Zezinho Sobral diz que oposição quer CPI como palanque para 2022


O deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos) também defende a linha de pensamento que não há os requisitos básicos para a instalação da CPI da covid na Assembléia Legislativa. Em entrevista ao Linha Direta desta quarta-feira, 20, o parlamentara disse que a retirada do nome pelo colega Zezinho Guimarães torna nulo o requerimento que foi protocolado pelo deputado Georgeo Passos (Cidadania), por não conter o mínimo de 8 assinaturas, um dos requisitos técnicos para a criação da comissão parlamentar de inquérito.


Zezinho Sobral destaca que não é o momento para a comissão . Agora é preciso debater temas mais relevantes para a população, como a questão do aumento dos combustíveis, do gás de cozinha, de vacinas e a alta do preço dos alimentos. Para Sobral o que a oposição quer é um palaque político para 2022. Segundo ele a CPI deve ter objetivo específico, uma situação clara e evidente, não podendo se basear em achismos.