“Voto impresso é retrocesso”, diz Presidente da OAB Sergipe


No último dia 11 de maio, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, completou 86 anos. Este foi um dos assuntos da entrevista com o Presidente da OAB Sergipe Inácio Krauss, durante o programa “Cultura News” da WebTV Cultura desta terça-feira. A atuação da entidade, propostas da advocacia e a questão do voto impresso também foram destaques da conversa mediada por Rozendo Aragão.


No começo da entrevista, o líder da OAB no estado destacou um pouco da história da entidade. Para ele, a Ordem segue os mesmos princípios da OAB nacional. “Estamos na linha de frente do debate, não só de assuntos da advocacia, mas também da democracia e do dia a dia do Brasil e, no nosso caso, de Sergipe”, declarou.


Inácio Krauss lembrou que, devido a pandemia, esse foi o segundo ano que não houve evento de aniversario de forma presencial, mas existiu transmissão virtual da solenidade. Ele destacou que o foco dos 86 anos foi sobre a questão do piso do advogado sergipano e também os honorários. “O piso nacional da advocacia é lei e deve ser cumprido. Já os honorários também devem seguir parâmetros a depender do que estiver formalizado”, comentou o Presidente da OAB Sergipe.


Perguntado como está a atuação da OAB em todo estado, o líder da Ordem dos Advogados em Sergipe destacou uma proposta que foi projeto de sua campanha ao ser eleito. “Tínhamos essa deficiência de atuação com os advogados em pontos mais distantes do interior. Isso já não existe mais. Agora tanto advogados de Aracaju e região metropolitana e do interior tem os mesmos benefícios. Fortalecemos as regionais da OAB nas principais cidades. E com a pandemia e o avanço das tecnologias, podemos ter reunião e sessões virtuais em qualquer ponto”, alegou.


O Presidente da OAB Sergipe enfatizou que a entidade não está apenas para os advogados, mas também para toda a sociedade. “Apoiamos a marcha de negras e negros que deve ocorrer em Brasília em setembro, se a pandemia deixar. Nesta semana estamos mediando um evento da Fecomércio sobre questões condominiais. Isso mostra que nossa atuação é bem mais abrangente do que se pensa”, disse Inácio.


Ao final, o chefe da Ordem dos Advogados foi provocado sobre a questão do voto impresso, projeto defendido pelo Presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, a urna eletrônica tem toda a segurança que as antigas urnas de lona não proporcionavam. “A OAB entende que ter voto impresso é retrocesso. Se tem uma época que existiam fraudes era nas urnas de lona e cédula de papel, onde a pessoa marcava um X ou escrevia o nome de candidato. Tinha fraude até mesmo na contagem de votos. Somos defensores do atual sistema eletrônico. Temos que evoluir e pensar em forma mais inclusiva da votação. O TSE já anunciou estudo de voto até pelo celular. Não dá mais pra voltar”, afirmou Inácio Krauss.



Portal C8 Notícias


Foto: OAB Sergipe