“Vejo Fábio determinado e conversando com todos da base”, diz Maria Mendonça


A Deputada Estadual pelo PDT, Maria Mendonça, esteve na manhã desta quarta-feira, dia 18, no Programa “Linha Direta” com Jairo Alves de Almeida. A parlamentar comentou sobre ações desenvolvidas na Assembleia Legislativa e destacou o seu futuro politico, em especial para este ano.


Maria Mendonça começou a entrevista falou do trabalho que vem desenvolvendo na Casa Parlamentar desde 1995. Ela afirmou que atua sempre junto ao povo sergipano. “É uma luta diária para representar a população. Faço isso desde a primeira eleição. Depois saí e fui ser Prefeita de Itabaiana. Em seguida voltei. Enfim, são idas e vindas de uma missão no Poder Legislativo”, destacou.


Ainda sobre o período que administrou a principal cidade do Agreste sergipano, Maria Mendonça lembrou que foi de sua época a implantação do Plano Diretor da cidade, marco que organizou Itabaiana. “Quando estávamos à frente da prefeitura, deixamos o município planejado para as construções. Só poderia ter prédios de até 3 andares, a fim de preservarmos a vista do nosso cartão postal, a Serra de Itabaiana. Depois que saímos outras gestões entregaram áreas que seriam de convivência. Hoje em dia o plano original não está como antes. Foi quase um crime essa entrega de áreas de convivência da localidade”, declarou.


Sobre propostas discutidas na Alese, uma delas diz respeito a apoio as familiais de um loteamento em Pirambu e o incentivo à cultura, através de auxilio a Filarmônica de Nossa Senhora da Boa Hora em Campo do Brito. “Na questão de Pirambu, tivemos encontros com o Prefeito Helinho, no que diz respeito a essa região onde moram muitas familiais. Isso trará mais segurança a eles. Sobre a banda de música é fundamental para que os jovens possam ter um estímulo a mais no aprendizado da carreira musical ou então na parte profissional”, comentou.


Um assunto que a deputada vem atuando é sobre a taxa de esgoto. Em vários locais, a exemplo de Itabaiana, 80% do que as pessoas pagam na conta de água é do serviço de coleta. “É algo que agride a população e tem que ser revisto. Por outro lado, a administração fez muito investimento e precisa do retorno. É algo que devemos debater para que mais sergipanos não seja penalizados”, lembrou Maria Mendonça.


Sobre política, Maria Mendonça disse que estava no Partido Progressista, mas a intenção foi deixar a sigla, a fim de não ser prejudicada com novas medidas eleitorais. “Atualmente sem coligação, temos que ter garantia de lastro de votos. Conversei com Laércio Oliveira e disse que continuaria no partido, mas que gostaria de ver essa certeza. Vendo o cenário decidi migrar para outro partido, o PDT”, alegou.


A Deputada disse que o convite surgiu através do Deputado Garibalde Mendonça e o próprio Presidente do PDT e Prefeito de Aracaju, Evaldo Nogueira. “Recebi o chamado do colega de parlamento para conversar com Edvaldo. Eu disse que toparia dialogar. Não vejo problema nenhum em conversar com todos. Me reuni com Edvaldo e falamos do agrupamento mais afinado a mim. Aceitei e fiquei muito feliz. Estou pré-candidata a reeleição pelo partido”, pontuou Maria.

Provocada se ela soube de alguém indicação a vice na pré-candidatura de Fábio Mitidieri, a deputada disse que não teve essa conversa e que tudo será definido por Edvaldo e Belivaldo. “O Governador é o líder do agrupamento e já definiu que Edvaldo terá a tarefa de indicar. Até agora não sabemos quem será, mas logo em frente tudo poderá ser definido”, argumentou.


Sobre Fábio Mitidieri, Maria Mendonça lembra que é um jovem parlamentar e que tem qualidades que o garante na pré-disputa. “Vejo ele bem determinado e conversando com todos nós da base. Isso é fundamental. Ainda não foi testado para um cargo executivo, mas tem uma boa fundamentação política. E isso vale”, afirmou.


Ao final, a Deputada foi perguntada se, um dia, ela poderia pensar a voltar para a prefeitura de Itabaiana. Para a parlamentar, antes de se assumir qualquer coisa, é preciso pensar bem. “O bom de ser prefeito é que temos a caneta na mão e podemos determinar e resolver, diferente do Poder Executivo que vai solicitar. Não adianta dizer por ai que vai fazer sem poder mostrar. Eu estive na gestão e mostrei. Por isso é importante ter reflexão para se decidir sobre assumir um cargo público”, finalizou Maria Mendonça.



Portal C8 Notícias

Fotos: Rozendo Aragão