SSP e Seduc renovam parceria para segurança escolar


Foi renovada a parceria entre a Secretaria da Segurança Pública e a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, por meio do Núcleo de Segurança Escolar. O objetivo é possibilitar a realização de rondas da Polícia Militar perto de algumas escolas estaduais.


De início, serão beneficiadas as comunidades localizadas em Aracaju e Nossa Senhora do Socorro. As etapas dessa parceria foram discutidas durante algumas reuniões com representantes das duas secretarias. Em Nossa Senhora do Socorro, durante reunião no 5º Batalhão da Polícia Militar, ficou decidida a realização de rondas ostensivas no entorno do Colégio Estadual Juscelino Kubitschek, Centro de Excelência Jonas Amaral, Colégio Estadual Leão Magno Brasil, Escola Estadual João Freire Ribeiro, Colégio Estadual João Batista Nascimento e Escola Estadual Poeta José Sampaio.


Já as rondas ostensivas que ocorrerão nas escolas estaduais de Aracaju serão feitas pelo 1º e 5º BPMs, beneficiando as proximidades dos colégios estaduais 17 de Março, Ivo do Prado, Camelio Costa, Olavo Bilac, Senador Leite Neto, e os Centros de Excelência Prof. José Carlos de Sousa e Dom Luciano.


Segundo o Coordenador do Núcleo de Segurança Escolar, José Ferreira de Souza Júnior, a cooperação permitirá ainda a atuação integrada. “Os policiais militares estarão em contato com a Divisão de Gestão da Segurança, assim como os diretores das unidades escolares. Esse feedback da parte da Seduc é necessário para que a Polícia Militar busque atender às nossas necessidades. Agradeço ao coronel Marcony Cabral por, de imediato, atender a nossa solicitação e encaminhar aos batalhões responsáveis”, explicou.


Para o subcomandante do 8º Batalhão da Polícia Militar (8º BPM), Major Moura, aproximação entre as instituições é primordial. “É importante destacar que a atuação da segurança pública depende também da integração com outros órgãos, e a gente fica feliz em poder dialogar com a Seduc, a fim de proporcionar essa proteção da integridade dos estudantes, professores, funcionários dessas escolas, bem como a toda comunidade, evitando delitos mais comuns”, disse.



Portal C8 Notícias

Foto: SSP