Sergipe: “O músico está no fundo do poço”, desabafa o presidente de sindicato




O Sindicato dos Músicos, Ordem dos Músicos e Associação dos Músicos (ASM) realizaram uma manifestação na manhã desta terça-feira, 25, em frente à Assembleia Legislativa, no centro de Aracaju, para chamar atenção do presidente da Casa, Luciano Bispo, e dos demais deputados estaduais, acerca de reinvindicações para a classe que se diz desamparada nesse momento de pandemia.



Para o presidente do sindicato, Tonico Saraiva, o momento é preocupante e delicado, pois muitos músicos estão passando fome e alguns já começaram a se desfazer dos seus bens materiais. “Muitos já venderam seus instrumentos, entregaram as casas de aluguel por falta de pagamento, alguns venderam seus veículos. O músico está no fundo do poço”, desabafou Tonico.


“Esse assunto do setor da música tem que ser resolvido. Está demorando demais, a fome não espera”, finalizou Tonico.

De acordo com Dedé Brasil, dois ofícios foram protocolados no Palácio do Governo, mas ignorados pelo governador. “Há dois meses, estamos esperando um posicionamento de Belivaldo. Protocolamos dois ofícios pedindo um auxílio para os músicos ou apresentação de um plano de retomada gradual dos eventos no Estado”, disse.


A manifestação seguiu para a sede administrativa do governo do estado, na esperança de um possível agendamento de reunião com o governador e por soluções para a classe junto ao gestor.


Por Portal C8 Notícias