Senador cobra apuração de fraudes no Hospital de Campanha de Aracaju


Na sessão da CPI da Pandemia desta quinta-feira (16), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) informou que o Ministério Público Federal em Sergipe apresentou denúncia por fraudes no Hospital de Campanha de Aracaju.


“Por determinação da Justiça, a cópia da denúncia de fraudes no Hospital de Campanha de Aracaju será encaminhada para esta CPI. Crimes de corrupção, estelionato, falsificação de documentos, fraude de licitação. Por isso repito, precisamos dar continuidade ao trabalho, e apurar fraudes e eventuais desvios de recursos em estados e municípios, respeitados os limites constitucionais já registrados pelo Supremo Tribunal Federal.”, ressalta Alessandro Vieira.


Em maio deste ano, a CPI da Covid aprovou requerimento do senador Alessandro Vieira, determinando que fossem encaminhadas as informações completas sobre as investigações que cuidam do caso dos respiradores do Consórcio Nordeste e do Hospital de Campanha de Aracaju.


“Estamos acompanhando de perto essa questão do Hospital de Campanha de Aracaju. Desde o início, em junho de 2020, juntamente com os parlamentares do Cidadania Sergipe, Danielle Garcia e Milton Andrade, entramos com ação junto ao MPF e apresentamos um dossiê contendo possíveis irregularidades. Logo depois a Polícia Federal deflagrou a Operação Serôdio, que apura desvios de verbas públicas no Hospital de Campanha. É preciso apurar esses fatos que envolvem montantes de mais de 3,2 milhões de reais”, destaca o senador Alessandro.


Denúncia Hospital de Campanha


Na ação assinada pela Procuradora da República, Eunice Dantas, o Ministério Público Federal aponta para a existência de uma associação entre agentes públicos e particulares com o intuito de fraudar a licitação do Hospital.


Em nota a Procuradoria-Geral do Município já tem ciência da denúncia apresentada à Justiça pelo Ministério Público Federal, está analisando a peça e só depois irá se pronunciar sobre o caso.


Fonte: Assessoria Parlamentar