Seminário marca primeiro ano da Lei do Gás


Nesta segunda-feira, dia 11, aconteceu em Aracaju o Seminário “1 Ano da Lei do Gás”. O ato foi realizado em um hotel da Orla de Atalaia, em comemoração à sanção da Lei Nº 14.134, em 8 de abril de 2021. O evento contou com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e da diretora da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Symone Araújo.



A organização do seminário foi do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), entre outras instituições. Em sua palestra, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, lembrou sobre a prioridade que se tem dado ao segmento e a importância dele para o desenvolvimento do país. "Uma das nossas prioridades é o avanço no setor de Gás e a lei foi fundamental para isso, pois trouxe modernização para o setor. Reforçamos que a União não atua sozinha, portanto, é essencial a participação dos estados, na regulação estadual, para consolidação deste trabalho. E nisso, parabenizo o governador Belivaldo Chagas pelo trabalho exemplar que tem feito neste sentido", reforçou o ministro de Minas e Energia.


Durante o seminário, foram realizadas homenagens e entrega de carta aberta das Associações, contendo as principais conquistas pós-lei e os próximos passos para a abertura de mercado. "A aprovação da Lei do Gás foi marcante para o nosso estado e para Brasil como um todo. Sergipe abraçou a lei, entendeu a importância e, agora, temos que pensar nos próximos passos e esse é um dos temas deste encontro de hoje, falar sobre o futuro, sobre o que aconteceu após a sanção da lei, em 2021, e o que deve acontecer nos próximos anos", destacou José Augusto Carvalho, secretário da Sedetec.


O relator do então projeto de lei, o Deputado Federal Laércio Oliveira, destacou a importância da legislação para Sergipe. “Nosso estado é um importante polo de produção do gás. Com essa lei, teremos boas noticias para Sergipe, principalmente, par aos sergipanos, que terão vários oportunidades no mercado de trabalho”, destacou.




Portal C8 Notícias

Fotos: Mário Souza/ASN