“Seguimos no trabalho de convencimento”, diz Georgeo Passos sobre CPI

Atualizado: Mai 13


O Deputado Estadual Georgeo Passos do Cidadania foi entrevistado na tarde desta quarta-feira, dia 12, durante o programa “Inove Noticias” com Kleber Alves e Márcio Prata. Entre os assuntos abordados, o parlamentar comentou sobre assinaturas para CPI da pandemia e o seu caminho politico para ano que vem.


Perguntado sobre a tentativa de instalação da comissão para investigar o paradeiro de recursos para o combate ao coronavírus, o deputado declarou que está na expectativa da oitava assinatura. “Estamos buscando isso há alguns dias. Durante este tempo continuamos no diálogo com os colegas. Tivemos avanços, apesar das dificuldades. É um grande desafio para esta assinatura. Existe uma grande movimentação do Governo para tentar segurar a CPI”, lembrou.


Georgeo Passos disse que, após reunião com membros do Governo, o Deputado Capitão Samuel disse que não assinaria. “Sabemos que ele tem o projeto para combate às drogas. É natural pedir apoio, mas por coincidência o colega decidiu não assinar. Mesmo assim vamos em frente solicitando o empenho dos demais deputados”, afirmou. Além de Georgeo e Kitty, já assinaram Gilmar Carvalho, Iran Barbosa, Samuel Carvalho, Rodrigo Valadares e outro parlamentar que preferiu anunciar em breve.


Ainda provocado para dizer quem seria este oitavo deputado, Geogeo afirmou que não teria autorização para declarar. Não tenho como confirmar o nome de ninguém, pois ficou com a responsabilidade desta pessoa em dizer”, pontuou.


Perguntado sobre o episódio com a Deputada Kitty Lima, do mesmo partido, onde ela teria criticado duramente quem não assinasse a CPI, Georgeo afirmou que isso não atrapalha e já é passado. “Aquela situação não está mais em pauta. Agora continuamos o convencimento dos demais parlamentares para que assinem o requerimento. Não credito isso àquela atitude da colega, tanto é que Kitty já fez um pedido de desculpas”, destacou.


Ao final o parlamentar do Cidadania destacou projetos na Assembleia Legislativa e também comentou sobre 2022. Para ele, o momento ainda não é de definições e que tudo ocorre a seu tempo. “Tenho apenas o meu voto. A depender da situação vamos dialogar para, se possível, ver em que local podemos estar no ano que vem”, completou Georgeo Passos.


Portal C8 Notícias

Foto: Alese