Rodoviários realizam ato para pedir a readmissão dos empregos


Rodoviários de Aracaju realizaram na manhã desta quinta-feira, 18, um ato em frente à Prefeitura Municipal de Aracaju para reivindicar do prefeito Edvaldo Nogueira uma posição devido as mais de 250 demissões realizadas pelas empresas de ônibus Progresso e Modelo.




Segundo lideres do movimento, motoristas e cobradores estão amparados pela Lei 1.765/91, que determina que para o funcionamento adequado dos Terminais de Integração na capital é preciso incluir o trabalho dos motoristas, cobradores, como também outros serviços de fiscal, administração, etc.



Sendo assim, as empresas estão descumprindo a lei e iniciando também um prejuízo à população que depende do transporte público para se locomover pela cidade. Também foi entregue um ofício, solicitando uma audiência com o prefeito Edvaldo Nogueira para discutir a situação e a obrigatoriedade do cumprimento da Lei 1.765/91.