Reunião pode definir novos rumos da greve no INSS


Os servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) seguem com a greve que teve inicio no final de março. Em Sergipe, todos os postos seguem sem realizar atendimento. Hoje deverá ocorrer uma nova reunião da direção nacional da instituição para definir a contraproposta.


Durante o “Linha Direta” desta segunda-feira, dia 11, o Presidente do Sindicato dos Servidores do INSS no estado, Joaquim Antônio, falou que um dos grandes entraves é a falta de diálogo entre o Governo Federal e a categoria. “Estamos esperando conversar com a direção nacional do UNSS. No entanto, da parte deles, falta esse encontro para ouvir o clamor dos servidores que ainda atuam”, pontuou.


O sindicalista disse que em todo estado menos de 200 servidores atuam para acolher as pessoas. “Já tivemos muitos postos do INSS no interior. Agora muita gente precisa vir a Aracaju para ter seu atendimento efetivado. Para colocar todo o Instituto a funcionar no estado, no mínimo, deveriam existir cerca de mil trabalhadores”, alertou Joaqum Antônio.


Outro ponto que ele fez criticas foi com relação ao atendimento online. Para ele, o “Meu INSS” não funciona como todos imaginam. “Temos muita gente do interior que sequer tem intimidade com telefone, imagine um aplicativo que tem vários entraves. Em boa parte o pedido de aposentadoria feito em Sergipe não é analisado aqui, mas pelo funcionário de outro estado via online. Por isso queremos dialogar com a direção do INSS”, destacou o líder do Sindiprev.



Portal C8 Notícias

Foto: Rozendo Aragão