“Queremos atender a todos, mas temos burocracia”, diz Presidente do Ipesaúde


O Presidente do Ipesaúde, George Trindade, foi o entrevistado desta quinta-feira, dia 21, dentro do Programa “Linha Direta”, apresentado por Jairo Alves de Almeida. O gestor destacou o trabalho à frente da instituição e respondeu a questionamento de ouvintes sobre problemas relacionados a exames e consultas.


O gestor lembrou que o Ipesaúde possui cerca de 111 mil pessoas, entre beneficiários e dependentes. Durante este primeiro ano à frente da instituição, mais de 500 mil atendimentos foram praticados. “Isso mostra o quanto é complexo o Ipesaúde. Devido a isso, e reconhecemos, temos problemas. Mas aos poucos vamos sanando e dando a melhor cobertura para cada um”, comentou.


George Trindade destacou que o plano de saúde estatal tem diversas especialidades e que a prioridade é para o servidor público. “Temos muitas áreas médicas e também odontológicas. À principio a prioridade é atender os servidores, aposentados e pensionistas do Estado de Sergipe. No entanto, abrimos o leque e também prestamos nossos serviços a diversas prefeituras, a exemplo de Aracaju. O município que deseja fazer parceria pode entrar em contato. É claro que temos toda a questão de entres públicos, que é diferente de um plano privado. Mas com planejamento todos os servidores podem ser atendidos”, afirmou.


Questionado sobre o atendimento para marcação de exames e consultas, o chefe da instituição de saúde lembrou que é uma questão que, aos poucos, está sendo resolvida. “Boa parte da demora que muitos reclamam diz respeito a falta de alguns especialistas médicos. Estamos fazendo diversas buscas, mas não é algo tão simples. Estamos abertos a receber propostas de médicos, mas lembrando que temos um valor, pois como autarquia, não devemos gastar mais do que arrecadamos. E quando encontramos especialistas temos todos os tramites, que podem demorar. Queremos atender a todos, mas temos burocracia que todo órgão estatal possui”, explicou.


O Presidente do Ipesaúde informou que, apesar de todas as dificuldades apresentadas, a instituição faz a questão de ofertar atendimento em todo o estado. “Além de Aracaju, temos sedes do Ipesaúde no interior do estado. E todo esse serviço sendo ofertado com um desconto que está bem abaixo dos valores cobrados por planos de saúde particular. Devido a isso também estamos com a questão de tentar equilibrar os valores pagos aos profissionais de saúde que prestam o valoroso serviço aos nossos atendidos”, descreveu George.


No encerramento da entrevista, o líder da instituição disse que é importante que os usuários possam entrar em contato com o Ipesaúde a fim de reclamar ou denunciar se algo está ocorrendo de forma errada. “Disponibilizamos o número 3226-2828. Através deste canal nossos atendidos podem fazer suas reclamações e sugestões. Buscamos todo dia melhorar nossos serviços, mesmo com todas as dificuldades que a instituição possa ter. Mas a preferência é pelo nosso público”, finalizou.




Portal C8 Notícias

Fotos: Rozendo Aragão