Professores decidem suspender greve


Na tarde desta quinta-feira, dia 19, o Sindicato dos Professores do Estado de Sergipe (Sintese) decidiu pela suspenção do movimento chamado de “greve sanitária”. O ato teve início em maio, quando houve a primeira tentativa de retomada das aulas presenciais.


Na última segunda-feira a Justiça decidiu pela ilegalidade do movimento. A notificação foi feita nesta quarta-feira, dia 18, durante um ato em frente à Assembleia Legislativa.


De acordo com a Presidente do Sintese, Ivonete Cruz, o fim da greve sanitária não quer dizer fim da luta. “Suspendemos a greve pela vida, mas seguimos na luta, desta vez na sala de aula. Queremos que as escolas tenham condições para a retomada. Além disto, continuaremos exigindo a imunização completa dos professores e demais servidores”, comentou.


A orientação do sindicato é que os profissionais de ensino possam avaliar as condições para a retomada das aulas presenciais. Neste momento, o Governo autorizou a volta presencial, mas as aulas seguem em sistema híbrido. Se o Sintese continuasse com o movimento, poderia pagar multa diária de R$ 40 mil reais.



Portal C8 Notícias

Foto: Seduc