Prisões devem sair nos próximos dias, diz defesa da família de Genivaldo


Os agentes da Polícia Rodoviária Federal, envolvidos no caso da morte de Genivaldo de Jesus em 25 de maio na cidade de Umbaúba, poderão ter o pedido de prisão aceito pela Justiça nos próximos dias. A informação foi confirmada pela equipe de advogados que acompanha a família da vítima.


Nesta terça-feira, dia 07, eles participaram de uma reunião com o Juiz do caso e entregaram a solicitação. "Houve uma colocação de inverdades na comunicação feita pelos policiais no momento da abordagem. Isso foi demonstrado por nós. Agora que vai para o Ministério Público analisar os outros fundamentos, que foi exatamente aí que a gente saiu da linha da comoção social e trouxe algo concreto, que foi a fraude processual", lembrou a Advogada Ivis Melo.


Os três agentes da PRF já foram ouvidos pela Polícia Federal em Aracaju. Familiares e testemunhas também já prestaram depoimentos no Fórum de Umbaúba. O caso também vai ser acompanhado pela Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal. Está previsto para chegar na segunda-feira, dia 13, uma comissão encabeçada pelo Senador e Presidente do grupo, Humberto Costa (PT-PE).



Portal C8 Notícias

Foto: redes sociais/divulgação