Presidente da Emsurb fala da confusão entre fiscais e vendedores


A atuação em feiras, recolhimento de animais e reforma do Parque da Sementeira foram temas da entrevista na manhã desta sexta-feira, dia 21, com o Presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas, durante o Programa “Linha Direta” com Jairo Alves de Almeida. Ele também falou sobre a confusão registrada ontem à tarde entre agentes da empresa e alguns ambulantes no Centro.


A primeira questão comentada pelo Presidente da Empresa de Serviços Urbanos foi com relação à reforma do Parque da Sementeira. Luiz Roberto afirmou que o trabalho vai mudar a cara de um dos principais pontos verdes da capital. “A principio todo o empreendimento terá uma nova grade, pois o cercado atual está caindo. Muitas edificações serão retiradas e vão dar lugar a mais áreas livres. O aracajuano terá um novo ponto de lazer”, descreveu.


Sobre as feiras livres durante a pandemia, o gestor afirmou que segue com os protocolos. “Desde quando as feiras foram autorizadas a voltar, colocamos pias e sabão para lavagem das mãos, álcool 70, afastamos barracas e ampliamos espaço para não ter aglomerações. Além disto vamos reforçar a fiscalização para que todos, tanto comerciantes como usuários, usem corretamente a máscara”, detalhou.


Com relação a animais soltos, Luiz Roberto lembrou que o serviço ainda é feito para recolhimento de bois e cavalos que trafegam em avenidas e demais vias da cidade. “Com relação aos animais de pequeno porte, como cães e gatos, contamos com a parceria de ong’s a fim de recolhimento. Pedimos também aos donos que evitem deixar animais solto nas ruas para não causar problemas a quem trafega”, destacou.


O Presidente da Emsurb também foi provocado sobre a ameaça de greve de garis, que reivindicam vacinação prioritária contra a covid-19. Ele informou que já recebeu os representantes do Sindilimp para conversar sobre o assunto. “Explicamos a eles que dependemos do Plano Nacional de Vacinação. A princípio, o órgão não colocou garis como prioridade. Eles passaram a ser já no final de abril. Aracaju está encerrando vacinação de comorbidades. Ai sim, quando chegarem mais doses, vamos sentar e elaborar o plano especifico para os garis”, pontuou.


Na tarde desta quinta-feira, dia 20, ambulantes que vendem frutas realizaram protesto na região central de Aracaju. Eles alegaram que foram perseguidos por agentes da Emsurb e que os mesmos estariam cobrando propina. O presidente do órgão disse que alguns dos comerciantes ameaçaram os fiscais, caso tivesse interferência. “Nossos agentes foram verificar como estava a situação no Centro, pois não é permitido trafegar no meio dos veículos causando ainda mais congestionamento nas vias. Após serem ameaçados, os fiscais acionaram a Guarda Municipal que chegou a deter algumas pessoas. Todos foram para delegacia onde, após audiência, foram liberados. Estamos averiguando a denúncia de que está ocorrendo pagamento de propina”, Disse Luiz Roberto.



Portal C8 Notícias

Foto: Marcelle Cristinne /AAN