Prefeitura assina criação da Reserva das Mangabeiras Santa Dulce dos Pobres


O prefeito Edvaldo Nogueira assinou, nesta quarta-feira, dia 20, o decreto que cria a Reserva Extrativista Mangabeiras Irmã Dulce dos Pobres. Com uma área superior a 94 mil metros quadrados, a unidade de conservação integra o projeto do complexo habitacional que será erguido no bairro 17 Março, com 1.102 casas.


A finalidade do ato é preservar as mangabeiras existentes no local, garantindo o uso sustentável e a conservação da mangaba, e protegendo o meio ambiente. "Estou muito feliz e satisfeito em assinar este decreto que oficializa a criação da Reserva Extrativista das Mangabeiras, uma prova clara do nosso compromisso com a sustentabilidade e com o futuro. A partir deste decreto, damos um passo concreto para a preservação daquelas mangabeiras e para que a atuação extrativista das pessoas que ali atuam seja respeitada e valorizada. Será criado um comitê gestor, com integrantes de diversos setores da sociedade, para que todos possam atuar conjuntamente neste projeto tão importante e especial para Aracaju", afirmou o prefeito.


Segundo o Secretário de Meio Ambiente de Aracaju, Alan Lemos, a criação da lei que ampara a reserva é fundamental para preservação das mangabeiras, que garantem sustento de várias famílias. "Na hora de fazer a implantação do complexo habitacional, a Prefeitura assumiu um compromisso de implantar uma reserva extrativista que tem suas características e suas limitações, do ponto de vista do seu uso. E com esse decreto, a Prefeitura está criando oficialmente a reserva. É um momento muito importante, pois se cria uma área de reserva dentro da cidade, para usufruto da população com características ativistas, o que demonstra que as nossas ações sejam acompanhadas sempre de uma iniciativa de sustentabilidade preservando o que precisa ser preservado", afirmou.



Portal C8 Notícias

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA