“Precisamos ter equilíbrio e bom senso para aplicar a lei”, diz Georlize Teles


Na manhã desta quarta-feira, dia 30, o Programa “Linha Direta” entrevistou a Delegada Georlize Teles. Ela é responsável pela Delegacia de Proteção Animal e Meio Ambiente, criada há pouco mais de um mês. Além disto ela também comentou sobre o seu futuro na política.


Georlize foi questionada com relação ao atendimento da delegacia. Ela falou que a inauguração do novo setor foi antecipada. “Estamos buscando as condições ideais para colocar em prática. Decidimos com a SSP para abrir logo. Já temos whatsapp e as reclamações não param de chegar. Aos poucos vamos melhorando nossas instalações”, destacou.


A delegada falou também que todas as denuncias voltadas aos maus tratos de animais ou crimes ambientais já podem ser feitos na instituição. Com relação ao número de denúncias, Goerlize Teles disse que é surpreendente. “Penso que as pessoas estão tomando consciência sobre os maus tratos, especialmente ao bicho de estimação, os chamados pets. Estes acabam convivendo mais de perto com o ser humano. O animal também tem sentimento e maldade contra ele não combina. Por isso é que estamos vendo pessoas denunciando os crimes de crueldade. Precisamos viver em harmonia com fauna e flora”, pontuou.


A gestora da nova delegacia disse que tem uma grande parceria de instituições que defendem os animais. “De todos os cantos de Sergipe percebemos esse trabalho intenso de proteção animal e da natureza. Temos a noção para expandir a atuação da delegacia para o interior do estado, a fim de dar apoio aos colegas. Claro, antes verificamos se realmente procede a denúncia, pois muitos podem denunciar apenas pelo incomodo de latidos de cachorro por exemplo”, destacou.


Georlize Teles lembrou que é preciso atiçar a importância de se tratar dos cuidados dos animais como política pública. “Já passou a hora de discutir isso. Por conta de tantos casos, temos que debater logo, a fim de evitar sofrimento e dar o respeito aos animais, da mesma forma também que o cuidado com a nossa natureza”, alertou. As denuncias de crimes contra animais ou degradação ao meio ambiente podem ser feitas pelo 181 ou pelo whatasapp 98819-4576.


Sobre o caso da Delegada Kitty Lima, que abordou uma senhora, suspeita de deixar um cavalo sem dos devidos cuidados, a delegada disse que não atendeu o caso, mas é preciso muita calma nestas questões. “Como ela é apaixonada pela mateira, vejo que a parlamentar têm determinação de cuidar dos animais e ser enérgica com esses casos de maus tratos. Não gosto muito de falar de assuntos que ainda não apurei, mas garanto que é preciso cuidado para se fazer esse tipo de ação. Maus tratos não é correto, mas nem sempre temos a vontade de fazer mal ao animar. Precisamos ter equilíbrio e bom senso para aplicar a lei também”, comentou.


Ao final ela falou de política. Para a delegada, ela é movida pelo coração e disse que tudo depende do cenário. “Eu fui candidata a Prefeita de Aracaju em 2020. Não tive apoios de outros partidos a não ser o DEM. Dona Maria do Carmo, mesmo com Dr. João Alves bem doente, me deu muito apoio. Não poderia deixar a sigla sozinha, se acabando. Se amanhã tiver outra motivação para dar a cara a tapa na política, posso ir sim. Temos que dar a contribuição e militar no meio. Se eu sair candidata, isso vai depender de mim apenas”, finalizou.



Portal C8 Notícias

Foto: Rede Social / Divulgação