Policia Federal faz buscas na casa de ex-deputado


Na manha desta sexta-feira, dia 28 de agosto, a Policia Federal em Sergipe fez busca no apartamento do ex-deputado federal André Moura. Localizando na Farolândia, zona sul da capital. As primeiras informações, passadas durante o Programa “Linha Direta” dão conta que o ato tem a ver com outra operação da Policia Federal no Rio de Janeiro. Na capital fluminense foi preso o Presidente Nacional do PSC, Pastor Everaldo. Além disto, o Superior Tribunal de Justiça determinou o afastamento por 6 meses do atual Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. André Moura é atual Secretário da Casa Civil e chegou a sair por questões políticas, mas retornou a administração do Rio de Janeiro. Além do Presidente do PSC, outras pessoas foram presas no Rio. O Vice-Governador do Rio, Claudio Castro, que assumiria o cargo no lugar de Witzel, também teve a casa vistoriada. A suspeita é que o Governador e demais pessoas estariam em suspeita de praticar atos ilegais durante a contatação de serviços de saúde para combate a covid-19. A assessoria jurídica do deputado enviou para imprensa uma nota: “O Secretário de Estado da Casa Civil do Rio de Janeiro, André Moura, recebeu com surpresa a presença de agentes da Polícia Federal e a ação de busca e apreensão ocorrida na manhã dessa sexta-feira (28), em sua residência, em Sergipe, já que o seu nome, sequer é mencionado na decisão que afastou provisoriamente o governador e que determinou prisões dos envolvidos nas investigações referentes à Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Os agentes da Polícia Federal saíram de mãos vazias da residência do secretário e o auto circunstanciado de busca e apreensão da operação conclui que “Nada de Interesse para a investigação foi encontrado.


Diante das muitas fake news que vêm sendo divulgadas, André Moura informa que se encontra bem e ratifica não ser alvo da operação ocorrida”. Por Rozendo Aragão