“Polarização no Brasil está com os dias contados”, afirma Eymael


Na manhã desta sexta-feira, dia 29, o Presidente do Democracia Cristã e Pré-Candidato à Presidência da República, José Maria Eymael, participou do Programa “Linha Direta”. Ele falou sobre a história da sigla e o trabalho para o lançamento de seu nome na disputa pelo Planalto.


Eymael disse no começo que tem a força da perseverança. Filiado ao agrupamento desde 1962, ele lembrou que sua primeira disputa foi pela Prefeitura de São Paulo em 1985. Depois disto, foi Deputado Federal na época da Constituinte. “Agora, pela sexta, vez, estamos disputando a vaga de Presidente. Em 1993 houve a fusão do PDC com o PDS e foi algo trágico. Depois de um tempo refundamos a Democracia Cristã. Estamos em busca de novas propostas”, destacou.


O Pré-candidato lembrou que uma das principais medidas que ele sempre teve em mente é o bem estar social. “Não adianta termos um país com riquezas e o povo passando necessidade. É preciso que as pessoas sejam investidas. A família sempre será a nossa base”, pontuou Eymael.


O líder do Democracia Cristã disse que mantém o nome dele para a pré-campanha, apesar de baixos números nas pesquisas. “Nosso agrupamento cresce em todo país. Temos recebido muitos apoios principalmente de pessoas do povo. Essa questão de polarização no Brasil está com os dias contados”, destacou Eymael.


Durante a entrevista, ele fez referência a Sergipe, local onde recebeu cidadania. “Com muito orgulho posso dizer que sou cidadão sergipano. Ai no estado nós temos a presidência de Ailton Costa, um grande batalhador. Sergipe têm grandes potencialidades, em especial no turismo. Precisa apenas de investimento e atenção”, recordou.


Questionado sobre apoio e oficialização do seu nome na disputa, José Maria Eyamel afirma que até julho tudo estará encaminhado. “Temos um bom tempo até lá. Mas já estamos articulando ações com o partido. Além do apoio das pessoas vamos ter diálogo com algumas siglas”, comentou.


Ao final, o pré-candidato foi provocado sobre semelhanças de propostas dele com as do atual Presidente e pré-candidato à reeleição, Jair Bolsonaro. Ele evitou polemizar e relembrou as propostas que sempre defendeu. “Reafirmo aqui que nossa meta é cuidar da família. E temos 5 pontos que teremos que ter uma grande atenção: moradia, emprego, saúde, segurança e educação. Sem este tripé, país nenhum terá um bom futuro”, detalhou Eymael.



Portal C8 Notícias

Foto: Assessoria de imprensa