Polícia Unida luta por valorização das forças de segurança


A unidade entre as diversas forças de segurança pública de Sergipe foi tema de entrevista no Programa “Linha Direta” na manhã desta segunda-feira, dia 24. A categoria, formada por policiais civis, militares, delegados e bombeiros realizam atos com o objetivo de buscar melhorias para quem atua no trabalho de enfrentamento da violência no dia a dia.


Entre os participantes do movimento, esteve o Vice-Presidente da Associação dos Delegados Civis de Sergipe (ADEPOL), Adelmo Pelágio. Para ele, a unidade entre as forças de segurança dá mais força para lutar por novas conquistas. “Nosso movimento busca unir 9 entidades associativas que, num passado não muito distante, lutavam de forma isolada. Isso dificultava ainda mais a negociação com o Governo. Agora, com a junção dessas representações, a intenção é buscar força para que todos sejam beneficiados”, destacou.


No entendimento do representante dos delegados, historicamente muitos direitos foram sonegados a várias forças de segurança. “Estamos cobrando dignidade. Devido a esse fragmento de grupos pedindo melhorias, ninguém se entendia e não éramos atendidos. Agora podemos ter empenho nas cobranças”, lembrou Adelmo.


Também participaram da entrevista o Sargento Alex, da Associação de Praças de Sergipe (ASPRA) e Adriano Bandeira, Presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado (SINPOL). De acordo com ele, a intenção vai além de apenas cobrar melhorias salariais. “Nosso ponto de interesse é por valorização dos delegados, policiais civis e militares e também os bombeiros militares. Em especial nesta pandemia, cobramos a vacinação de nossos agentes até que fomos atendidos. Que esta e outras conquistas possam ser uma constante entre as forças de segurança”, declarou Adriano.



Portal C8 Notícias

Foto: Rozendo Aragão