Polícia investiga acidente com moto aquática


A Polícia Civil deu início à investigação sobre do acidente que aconteceu na tarde deste domingo, dia 03, na região da Prainha no Bairro Matapuã, Zona de Expansão da capital. Uma mulher morreu e outra ficou ferida após a colisão da moto aquática onde elas estavam com um píer que dá apoio as embarcações do Rio Vaza-Barris.


O caso será investigado pela Delegacia de Turismo, em conjunto com a Capitania dos Portos que fez a apreensão da moto aquática após o acidente. De acordo com a Coordenadora de Delegacias da Capital, Delegada Rosana Freitas, já foram realizadas as primeiras diligências para apurar o que houve. “O Departamento de Homicídios também está acompanhando o caso, pois é a que estava de plantão no momento. Junto a Pericia do Estado e a Marinha, será feito um relatório que vai ser encaminhado a Detur”, explicou.


O corpo da jovem que faleceu no local do acidente foi sepultado no final da manhã desta segunda-feira, dia 04, no Cemitério São João Batista. Já a outra jovem que estava na moto aquática segue internada no Hospital de Urgência João Alves Filho. Ela foi avaliada pela equipe da cirurgia geral e ortopedia, passou por procedimento cirúrgico para corrigir uma fratura de patela. Segue em recuperação pós-anestésica e encontra-se consciente e orientada.

O estabelecimento que mantém o píer também emitiu nota. Segundo os proprietários, o local estava regular.



Portal C8 Notícias

Foto: SSP