Polícia Federal ouve mais testemunhas do caso Genivaldo


Agentes da Polícia Federal continuam coletando depoimentos para embasar o inquérito do caso de Genivaldo de Jesus Santos. Ele foi morto na semana passada após abordagem de policiais rodoviários na BR-101 em Umbaúba, no sul do Estado.


Estão previstas para esta quarta-feira, dia 1°, audiências com os funcionários da urgência onde Genivaldo foi encaminhado após inalar gás lacrimogênio dentro do camburão da PRF. Nesta terça-feira, dia 31, forma ouvidos o sobrinho, que presenciou a abordagem, e viúva e uma sobrinha da vítima. O Ministério Público Federal também está no fórum da cidade acompanhando os depoimentos.


Nesta terça-feria também aconteceu a celebração da Missa de 7° dia em sufrágio de Genivaldo de Jesus. O ato aconteceu na Matriz de Nossa Senhora da Guia em Umbaúba. Vários protestos também foram realizados durante a semana, tanto no local da abordagem como em Aracaju. Está prevista outra mobilização que deve ocorrer neste fim de semana às margens da BR-101 na entrada da cidade.



Portal C8 Notícias

Fotos: Google Maps/divulgação