“Podemos já foi procurado por vários nomes e estamos conversando”, diz Zezinho Sobral sobre 2022



Na noite da última quinta-feira, dia 29 de abril, o Deputado Estadual, Líder do Governo na Assembleia Legislativa e Presidente do Podemos em Sergipe, Zezinho Sobral, concedeu entrevista a Rozendo Aragão no “Cultura News” da WebTV Cultura. Durante o programa, o parlamentar falou sobre assuntos voltados aos projetos de destaque na Alese e também comentou sobre política para 2022.


No começo Zezinho Sobral destacou a atual situação de Sergipe e do Brasil em uma pandemia que ainda está alta. O parlamentar lamentou a perda de várias pessoas para Covid-19 e conclamou para a importância da vacinação. “Temos pessoas morrendo por uma doença que já tem vacinas. Se tivéssemos avançado antes na imunização, a quantidade de mortes seria bem menor. Minha solidariedade todas as famílias que perderam entes queridos”, pontuou.


Outro ponto abordado pelo deputado durante a pandemia é a disseminação das notícias falsas que vem atrapalhando ainda mais o combate ao coronavírus. “Confio no cidadão de bem e da sociedade que busca se informar de forma coesa. No entanto, muitos teimam em espalhar fake news, atrasando ainda mais o combate a esse mal. Por isso estamos num quadro crítico, onde pessoas tem medo da doença e da fome e do desemprego. Precisamos dar um basta e ser solidário com quem precisa”, descreveu Zezinho.


Questionado sobre a CPI do Senado, o parlamentar acredita que o ato vai verificar como anda o combate em nível nacional. Zezinho Sobral disse que, em parte ele vê o ato como politico e prefere estar em busca de vacinação. “Minha preocupação maior é imunizar sergipanas e sergipanos para darmos um basta a esse mal”, disse.


Com relação a uma possível CPI aqui, o deputado afirmou que o bloco de 3 parlamentares não conseguiu convencer a maioria para criar uma comissão aqui. Zezinho também classificou de “deselegante” o ato da líder da oposição, a Deputada Kitty Lima (Cidadania). Nesta semana a parlamentar disse que os que não aceitassem a CPI estaria “no bolso do Governo”. “Considero uma declaração infeliz. Não sei qual o conteúdo dessa comissão. Se eles apresentarem e justificarem, tudo bem. Eles falam, falam e falam e não apesentam nada concreto para apreciarmos. Enquanto isso seguimos cobrando o kit entubarão, oxigênio, alimentação, cartão mais, etc”, elencou o deputado.


Zezinho também falou sobre projetos para difundir a produção da farinha em Sergipe e também lembrou que, para ter acesso a região produtora, o Estado está se preocupando com recuperação de rodovias. “O projeto do Governo de Sergipe com o Mais Rodovias está recuperando vários pontos do estado. Alguns locais, como a rodovia Pirambu-Pacatuba, dependem muito de licenciamento ambiental. No entanto, vamos seguindo em frente para buscar a melhoria de toda malha viária”, completou.


Ao final, Zezinho foi questionado sobre a perspectiva do Podemos para 2022. O parlamentar disse que com a pandemia, fica mais complexo o diálogo, mas que o partido a nível nacional já mantém conversas e só depois da provável reforma política, marcada para setembro, a sigla deve se posicionar. Com relação a nomes em Sergipe, Zezinho lembrou que já existe nomes que já vem dialogando com o partido a fim de apoios. “O Podemos buscará num projeto ético e de avanços o nome ideal para apoiar, mas já mantemos diálogo”, finalizou.


Portal C8 Notícias

Foto: Joel Luiz