Outubro Rosa: grupo mulheres de peito destaca importância da biópsia


Dentro da programação do outubro rosa, o grupo mulheres de peito realizou com a carreta de mamografia na manhã desta sexta-feira, 8, no Ceasa, uma ação de prevenção com as feirantes do local. Segundo a integrante do grupo mulheres de peito, vereadora Sheyla Galba, a preocupação nesse ano, além da prevenção e do autoexame, é com as biópsias.


Segundo Sheyla, o objetivo é conscientizar os gestores públicos sobre a importância da realização desse tipo de exame, que para ela é o coração do tratamento oncológico, pois "não adianta fazer os exames preventivos e quando for achado um nódulo se passar cinco , seis ou oito meses para fazer a biopsia", ressaltou Sheyla.


Para a vereadora isso garantirá um direcionamento mais efetivo do tratamento. A parlamentar disse que nesta sexta-feira foi o primeiro evento, e outras ações estão sendo planejadas.


Sheyla Galba denunciou que a oncologia do Hospital de Urgência Governador João Alves (HUSE) vem exigindo para o atendimento o comprovante de residencia em nome do paciente. Segundo ela essa postura é equivocada, pois muitas pessoas moram moram de aluguel, em casa de parentes, e em muitos casos os pacientes voltam até para o interior do estado sem conseguir atendimento.