“O Presidente da República precisa presidir”, diz Inácio Krauss


O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe, Inácio Krauss, foi o entrevistado do Programa “Linha Direta” na manhã desta sexta-feira, dia 06. Ele falou sobre as homenagens durante o mês do advogado, cujo dia é lembrado em 11 de agosto. Além disto, destacou as temáticas a serem abordadas, a exemplo do polêmico projeto do voto impresso, e comentou sobre o cenário da crise institucional entre os 3 Poderes do Brasil.


O líder da OAB no estado detalhou a programação em homenagem ao mês do advogado. “No dia 11 celebramos o Dia do Advogado e da Advocacia. Planejamos um grande evento de forma virtual, ainda por conta da pandemia. Estamos comentando sobre o direito condominial que afeta a toda a sociedade. Realizamos esse evento não são para advogadas e advogados, mas para a sociedade em geral e de interesse da comunidade”, recordou.


Inácio Krauss também disse que a questão da violência doméstica e a Lei Maria da Penha também serão uma das temáticas do mês. “Com a pandemia registramos um aumento dos casos de violência contra a mulher. É preciso que os profissionais do direito estejam atentos e que a sociedade possa estar em sintonia para que esse assunto seja discutido e denunciado”, comentou.


Os jovens advogados também serão tema de um dos encontros virtuais da OAB. Para o Presidente da seccional de Sergipe, muitos tem acesso ao trabalho por meio de juizados especiais. “Para que eles possam ter acesso a advocacia, os formandos atuam nessa área de juizados especiais. É preciso que os novos advogados e advogadas possam ter essa familiaridade com o meio”, destacou.


No dia 11, Dia do Advogado, a temática será sobre as prerrogativas do profissional. “Este ponto mostra a valorização que a categoria exige no dia a dia. Tudo isso para que o cidadão possa ser bem atendido desde o advogado até o Juiz”, pontuou Inácio Krauss.


Um dos temas que será o mais polêmico é do voto impresso. “Teremos um dia específico para esse debate. De nossa parte como instituição somos contrários a essa questão. Durante todo processo eleitoral o voto já é aditável. Os partidos enviam seus fiscais. Já existe um acompanhamento da OAB e demais setores. A urna é segura e precisamos provar mais e mais a sua garantia”, comentou o líder da OAB estadual.


Sobre o exame de ordem da OAB, Inácio Krauss disse que devido a pandemia, o procedimento foi suspenso. Mas há 2 meses voltou a ser realizado. “Infelizmente muitos advogados não conseguiram a aprovação. O conselho da OAB teve que verificar a prova para saber o que provocou isso. Um dos motivos pode ter sido o surgimento de muitos cursos de direito no país. No entanto estamos verificando se a formação de cada um é compatível para os estudantes. Apesar do resultado, Sergipe se destaca no número de aprovados em todo o país”, explicou.


Ao final, o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe falou da crise instituições do país. No entendimento dele, falta liderança no país. “O Presidente da República precisa presidir. Isso é o básico que esperamos dele e dos demais. Isso eu falo sem lado partidário e aponto para quem quer que seja. Desde o início, ele tem gosto por atacar as instituições democráticas, como é a OAB. Bolsonaro tenta jogar a população contra o STF, a OAB, entre outros. O povo deve ficar atento a isso”, detalhou Inácio Krauss.



Portal C8 Notícias

Foto: OAB Sergipe/divulgação