top of page

Nossa Opinião: democracia representativa continua sendo o melhor regime

PREZADOS OUVINTES,



A Democracia representativa, apesar de suas incoerências, continua sendo a melhor e mais convincente regime político de um país. Ela da margens a enganos, como é o caso de uma pessoa ser eleita para representar o povo e terminar por representar interesses pessoais, mesquinhos, cartoriais.

Entretanto, a Democracia contempla todas as tendências de ideias, garante a liberdade de pensamento, o voto livre e consciente, uma imprensa atenta aos fatos, capaz de exercer livremente a investigação dos acontecimentos e de emitir opiniões verdadeiras, contundentes e sábias. Sem democracia, não há liberdade de imprensa.

Atualmente, um grupo de brasileiros tem se manifestado publicamente, pedindo o fechamento do Congresso Nacional, do STF, taxando-os de afeitos ao comunismo, ou de emperrantes da governabilidade. Quando indagados sobre o significado de uma ditadura, a maioria sequer sabe se expressar. São uma espécie de "Maria vai com as outras". Reivindicam tanto quanto os famosos caras pintadas, no início da década de noventa... Puro modismo oportunista.

O desfile de tanques, na Capital Federal, bem no contexto da votação da cédula eleitoral impressa, revela intenção não mais velada sobre um possível golpe militar... Há, por parte de alguns apoiadores do atual presidente um desejo de se implantar um novo regime político, pautado pela ditadura, com alusões evidentes a figuras que, durante o período de exceção, cometeram atrocidades contra os cidadãos de bem, em nome de um vazio de ideias.

O pior é assistir a jovens, sem qualquer conhecimento da realidade, e sem uma memória aguçada dos fatos ocorridos nos anos de chumbo, propalarem ideias favoráveis à volta da ditadura.

Contra esse sentimento é imperioso propor um pouco mais de conhecimento, de pesquisa científica, de formação técnica, de conhecimento de causa, para não permitir que a boiada continue passando, sem oportunidade de discernir entre as verdes pastagens e o matadouro implacável.

O despreparo, filho legítimo da ignorância e do desprezo pela formação acadêmica, tem imperado. Um país de brutamontes não pode prosperar. Assistimos ao brilhante espetáculo da pesquisa científica que nos brindou com inúmeras vacinas contra o Coronavírus. Um imunizante desse naipe não nasce da estupidez e do elogio à estultícia, mas de um saber que se constrói a partir da boa formação escolar.

Que a democracia se renove e que os propagadores de novo intervenções brutais sejam punidos, como autênticos atentados à paz e à ordem democrática.


Essa é a nossa opinião.

bottom of page