“Não tenho pressa para indicar o vice. Quem tem pressa está errado”, diz Edvaldo


Ao final da assinatura de convênio com a Deso, o Prefeito Edvaldo Nogueira também foi questionado sobre a questão do Transporte Público. Sobre política, a escolha do vice para a chapa de Fábio Mitidieri também foi comentada pelo gestor da capital.


Com relação ao projeto aprovado na Câmara que fala sobre o subsidio para as empresas, Edvaldo Nogueira disse que precisa de alguns ajustes para por em prática. “Estamos discutindo reajuste na tarifa. Mesmo com o pagamento do passe para pessoas com deficiência e demais benefícios, ainda é insuficiente. Faremos isso em breve. Também esperamos a aprovação do subsidio do Governo Federal. Em breve teremos medidas para impactar positivamente o transporte do aracajuano”, destacou.


Questionado sobre o que poderia ou não ser reajustado na tarifa, Edvaldo lembrou que, se o imposto sobre diesel fosse diminuído, provavelmente a passagem não sofreria aumentos. “Isto é o que estamos discutindo. Caso os impostos sobre os combustíveis para o transporte não tenham aumentos excessivos, podemos evitar o reajuste”, alegou.


Perguntando sobre a sustão politica e a escolha para vice-governador na chapa do Pré-candidato Fábio Mitidieri, o Prefeito disse que os critérios devem ser iguais. “Acho que não me compete esta exclusividade. Quem participou para escolha da chapa para o Governo também pode escolher o nome do vice. Também é valido para o Senado. Não vejo necessidade de anunciar isso agora. Vamos esperar até julho. Na minha opinião devemos escolher bem depois de São João. Não tem pressa. Que estiver, está errado”, comentou.


Edvaldo também reafirmou que pode ser uma mulher a escolhida para a chapa. “Para mim a mulher tem papel fundamental na politica e não vejo nada demais se fosse alguém do sexo masculino. O coordenador é Belivaldo Chagas. Estamos juntos participando. Reafirmo que tudo deve ser anunciado ao final. Vice é um cargo para compor, que tem um papel importante para gerenciar. Por isso que essa ideia de anunciar em julho eu concordo”, comentou.


Ao final, ele foi questionado sobre os nomes da oposição, a exemplo de Valmir de Francisquinho. Para Edvaldo, ainda não foi discutido a questão de impacto de nomes. “Vamos nos reunir agora à tarde e começar a avaliar. Volto a dizer que politica e pressa não combinam. Também não combina ter medo de nomes. Quem tem medo antes de começar a disputa já começa perdendo. Eu enfrentei vários nomes em 2020 e aqui estou”, completou Edvaldo.



Portal C8 Notícias

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA