“Não é fácil ser oposição em Sergipe”, diz Georgeo Passos


Na manhã desta segunda-feira, dia 23, o Deputado Estadual pelo Cidadania, Georgeo Passos, esteve no Programa “Linha Direta” com Jairo Alves de Almeida. O parlamentar destacou ações na Alese e também as pretensões políticas para as Eleições de outubro.


Um dos assuntos que ele começou a entrevista foi sobre um projeto de sua autoria que retira a segurança particular para ex-governadores após deixarem o mandato. Segundo o parlamentar, vários estados já retiraram essa regalia. “Não é possível que os ex-gestores estaduais sigam com o mesmo status de quando estiveram à frente dos cargos. Estamos correndo para buscar a retirada disto. Tinha uma proposta quando cheguei a Alese para me aposentar se eu deixasse o poder. Recusei, pois já tenho meu trabalho na Defensoria. Poucos sergipanos devem saber dessa manutenção de segurança e funcionários para ex-governadores”, comentou Georgeo.


Outro ponto que ele destacou foi sobre a proposta para evitar o aumento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). No entendimento do Deputado Estadual, a luta foi por justiça para evitar que os sergipanos paguem um preço alto pelo veiculo. “A arrecadação para o estado foi de cerca de R$ 70 milhões. Buscamos através de uma ação popular sobre a diminuição. Até mesmo a OAB Sergipe emitiu parecer favorável para nosso projeto. Isso evitará novas penalizações para o povo sergipano”, destacou.


Georgeo Passos também abordou foi sobre a arrecadação do ICMS. No entendimento do parlamentar, mesmo na pandemia, o Estado de Sergipe faturou muito bem. “A ajuda que veio do Governo Federal para ajudar no combate da covid-19 ajudou a evitar o gasto de recursos. Nesse caso, Sergipe chegou a mais de um bilhão de reais de arrecadação. A perspectiva é de superávit. Torcemos que o recurso seja em beneficio das pessoas e não apenas em obras eleitoreiras”, argumentou o deputado.


Perguntado sobre politica, o parlamentar disse que nesta segunda-feira, dia 23, haverá uma reunião com integrantes da sigla para definir um provável nome para vice na chapa do pré-candidato Alessandro Vieira. “Temos uma boa articulação com o Senador e a nossa federação pode ser ainda mais fortalecida com a indicação que devemos fazer. Vamos também aguardar o sinal de positivo da Delegada Danielle Garcia, que está no Podemos, e que deverá ser o nome para pré-candidatura ao Senado. Tudo neste momento está nas conversas”, afirmou.

Georgeo também lembrou vários nomes que estão no agrupamento e que podem ter destaque na corrida eleitoral. “Tivemos um bom dialogo com Ivan leite de Estância. Temos a Deputada Kitty Lima e o Deputado Samuel Carvalho. Também temos mais lideranças em vários pontos do estado todo. O Cidadania está em mais de 40 cidades. Sempre buscamos ser o diferencial”, elencou.


Para o parlamentar, a missão de quem está na política é mostrar à sociedade a importância de se discutir as ideias junto ao povo. “Fundamental é dialogar com a comunidade, estar diante de todos para ouvir as demandas, e não apenas criticar nas redes sociais. Por isso que buscamos ser transparentes nas nossas decisões. Sobre a intenção da sigla para este ano, a ideia é fazer em Sergipe um Federal e até 4 Estaduais”, lembrou.


Ao final, Georgeo Passos disse que seguirá firme nos ideias que o povo entender que for melhor, lembrou que será pré-candidato a seguir na Alese e destacou que seguirá o palanque nacional que o Cidadania entender melhor. “Minha meta na política continuará a mesma. Estou há 8 anos no parlamento e vi quão é difícil fazer a politica séria e de cobrança. Não é fácil ser oposição em Sergipe. Apesar disto respeitamos as tendências. Sobre a campanha nacional, devemos seguir com o que o PSDB indicar. Nem Lula e nem Bolsonaro. No entanto, não serei contrario ao que o agrupamento desejar”, confirmou.



Portal C8 Notícias

Fotos: Rozendo Aragão