“Mudas de árvores podem ser solicitadas pela internet”, lembra Secretário


As ações da Semana do Meio Ambiente e atividades para preservação em Aracaju foram tema da entrevista no Programa “Cultura News” da WebTV Cultura. O Secretário de Meio Ambiente da capital, Alan Lemos, comentou sobre as diversas ações desenvolvidas.


Um dos trabalhos feitos na semana passada diz respeito ao caminhão da árvore. A ideia surgiu da necessidade de não causar aglomerações. “Por conta da pandemia, decidimos inovar. Daí surgiu a ideia de fazer o plantio de árvores através da solicitação dos aracajuanos. A medida será utilizada de agora em diante”, lembrou o secretário.


Alan Lemos destacou que os moradores da capital podem pedir plantio de árvores por meio da internet. “A Prefeitura tem o sistema ‘AjuInteligente’, que pode ser acessado do site ou aplicativo de celular. A pessoa solicita e levamos a muda que é preparada em nosso horto do Parque da Sementeira. Depois do plantio nossa equipe dá todas as orientações para que a árvore cresça de forma mais correta possível. Só com arborização é que podemos melhorar o clima de nossa cidade”, afirmou.


Uma dúvida de ouvintes da Rádio Cultuara era sobre de quem é o responsável por autorizar a poda de árvores. Segundo o Secretário, esse serviço atualmente está nas mãos da Emsurb. “No caso de rede elétrica, a Energisa tem toda a autorização para realizar isso. Já no caso da Empresa de Serviços urbanos, eles também têm toda permissão. Sempre trabalhamos em conjunto. Que as pessoas possam solicitar junto a Emsurb para realizar o trabalho”, destacou Alan.


Projeto para separação e destinação do lixo também foi abordado na entrevista. No entendimento do Secretário, mesmo com a responsabilidade também da Emsurb, a iniciativa também está sendo discutida. “Temos poucos locais com a coleta seletiva e já atuamos com cooperativas de reciclável. A ideia é que isso chegue a todos os bairros de Aracaju, bastando antes a conscientização da população”, lembrou.


Outro ponto comentado na entrevista diz respeito ao descarte de produtos como pilhas e remédios vencidos. O Secretário de Meio Ambiente comentou que jamais as pessoas podem descartar esses produtos e demais eletroeletrônicos no lixo. “Para isso firmamos convênio com redes de farmácia para recolher remédios que passaram da validade. Já pilhas existem empresas que são responsáveis pelo recolhimento. E demais descartáveis, como sofás e carcaças de televisão, podem ser descartados no serviço ‘cata-treco’, também da Emsurb. Assim faremos iniciativas cada vez mais sustentáveis e que ajudam, tanto ao meio ambiente, como a cada um de nós”, declarou Alan Lemos.


Portal C8 Notícias

Foto: André Moreira