Marco Pinheiro diz que o 7 de setembro será um "grito de liberdade"


O empresário Marco Pinheiro, do Movimento Empreendedores Verde-Amarelos, foi o entrevistado desta segunda-feira, 06, do programa Linha Direta. Ele falou sobre a organização do ato do 7 de setembro em Sergipe. Segundo Marco Pinheiro a concentração será em frente aos arcos da Orla, a partir das 14h, com um “pitstop” para a venda de bandeiras, camisas e preces. De lá, sairá uma carreata em um trajeto simples, de 8 km, com seis trios elétricos, que irão até o Calçadão da Praia Formosa, no Bairro 13 de Julho. O evento será encerrado com o hasteamento da bandeira, toque do hino nacional e uma oração. Também será feita a coleta de alimentos para doação à instituições de caridade.


Para Pinheiro a mobilização é um movimento orgânico, espontâneo da sociedade, que se soma em uma grande onda verde e amarela, um verdadeiro grito de liberdade. Segundo o empresário o 7 de setembro poderá ser um divisor de águas, contra um momento estranho da nossa democracia, numa conjuntura de opressão as liberdades individuais. Ele questiona se estamos vivendo um estado de exceção, com presos políticos por manifestaram sua opiniões, inclusive um Deputado Federal, tudo isso sem a participação do Ministério Publico, de forma rápida pelo Supremo Tribunal, sem o devido processo legal.


Marco Pinheiro disse que são previstos 60 ônibus de várias cidades do interior do Estado, e que este será o maior ato já realizado em Sergipe, com a presença das famílias e sem depredações, quebra-quebra e violência. .