Machado diz que seria natural o DEM liderar o União Brasil em Sergipe


O líder estadual do Democratas, ex-deputado federal José Carlos Machado, falou desta quarta-feira, 13, no programa Linha Direta, sobre a fusão do DEM e PSL em Sergipe, criando a nova sigla: União Brasil. Machado disse que o processo está em andamento, e tem todo um tramite burocrático a ser cumprido para que a agremiação possa disputar a eleição de 2022.


Machado não escondeu a insatisfação quando a direção do DEM local soube que a cúpula nacional do novo partido escolheu como presidente do União Brasil o ex-deputado federal André Moura. Segundo José Carlos Machado nem ele e a Senadora Maria do Carmo, que estava presente na convenção que definiu a fusão soube da decisão, sendo informada pelas redes sociais. Para Machado o DEM, devido a sua estrutura em Sergipe, é fundamental para o sucesso da nova agremiação no estado.


Mas José Carlos Machado disse que já teve uma conversa com André Moura, e aguarda que a direção possa reconhecer a importância do DEM. O líder do democratas falou ainda que há liderança de André cria uma situação delicada, pois ele está na base aliada de apoio ao governador Belivaldo Chagas.


Machado disse que não tem nada de pessoal contra André Moura, mas ele e a senadora Maria do Carmo vão se reunir com ACM Neto, presidente nacional do DEM para saber os motivos que levaram a decidir pela liderança do novo partido por André Moura, uma vez que seria natural que um nome do DEM fosse indicado para liderar o União Brasil em Sergipe.