“Luciano falta com a verdade. Não mora e nem vive aqui”, diz Prefeito de Itabaiana


O Programa “Linha Direta” desta sexta-feira, dia 11, entrevistou o Prefeito de Itabaiana, Adailton Souza. O gestor da principal cidade do Agreste de Sergipe falou sobre a pandemia, live da Festa dos Caminhoneiros, Festa de Santo Antônio, Ceasa, Eleições 2022 e fez severas críticas ao Presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo.


O Prefeito de Itabaiana comentou sobre o período que estava internado com a covid-19. Para o administrador, foi um momento muito tenso. “Estava com o vírus, pois ficamos muito vulneráveis a situação com o contato no dia a dia. Fiquei isolado com o oxigênio até o terceiro dia, quando decidiram me levar para o hospital. Confesso que tive resistência em ir, mas peço as pessoas procurem logo atendimento para não ter algo mais grave. Tive comprometimento de pulmões. Enfim, foi um momento bem complicado, mas Graças a Deus estou aqui”, recordou Adailton.


Perguntado sobre o aprendizado desta fase, o prefeito comentou que a informação é fundamental. “A comunicação é importante nesse momento. Uma pena que alguns meios aqui de Itabaiana não fazem isso. Temos que seguir normas da ciência que deve estar em primeiro lugar. A política deve ficar afastada desse momento. A somação deve ser de todos. Além disto, uso de máscara, distanciamento e higienização são meios importante. Não tem como descuidar e ainda não aprender com tantas mortes e sofrimento”, alertou.


Sobre a vacinação, Adailton Souza disse que está avançando. “Temos buscado dar uma celeridade a imunização do nosso povo. Itabaiana está acima da média do Brasil e do Estado. Mais de 25 por cento de vacinados. Trabalhamos de domingo a domingo com dois postos. Com Fé em Deus, vamos vencer esse mal”, comentou.


Com relação a Festa de Santo Antônio e a Festa dos Caminhoneiros, o prefeito disse que, mais um ano não será possível presencialmente. “A Matriz de Itabaiana segue todos os protocolos e acontecem as celebrações. Sobre a Festa do Caminhão, faremos uma live solidária com artistas da região, também com todos os protocolos. Com isso daremos valor aos artistas da terra que estão sendo bem prejudicados nessa hora. O cachê será pago pela Prefeitura a cada um”, confirmou Adailton Souza.


Questionado sobre cobrança do Presidente da Assembleia, Luciano Bispo, para ações mais efetivas de combate a pandemia, o gestor da cidade serrana disse que evita politizar o momento. “Ele, como chefe do poder, faz algo lamentável. Apesar de discordar dele, nos respeitamos. Mas ele falta com a verdade. Me preocupo com a saúde da população. Seguimos os decretos do Governo do Estado e fiscalizamos sempre. Temos o centro de combate a covid com atendimento diário de 200 pessoas. Temos 5 médicos de plantão na semana e 3 profissionais nos fins de semana. Todos são bem atendidos. Esse é o trabalho que fazemos e não concordamos com a fala do deputado que não mora e nem vive aqui em Itabaiana.”, criticou.


Sobre a superlotação do Hospital Regional de Itabaiana, Adailton disse que aguarda as promessas do Presidente da Alese e do Governador Belivaldo Chagas. “Estou cobrando sempre o aumento de leitos de UTI para covid-19 para o Hospital da cidade. Aqui é hospital regional, recebemos pessoas até da Bahia. Infelizmente só vejo críticas e pouca ação de quem devia fazer. O Deputado sempre coloca a culpa no Prefeito”, pontuou.


Perguntado se o nome de Valmir de Francisquinho seria bom para o Governo em 2022, Adailton disse que é uma possibilidade. “Para mim ele é o político de maior popularidade de Sergipe no momento. Valmir foi citado pelo ex-senador Eduardo Amorim. Claro que isso é decisão de grupo, mas vamos acompanhar o desenrolar das coisas”, lembrou.


Sobre o Ceasa de Itabaiana, o Prefeito disse que foi uma obra que precisada ser mais a realidade dos vendedores. “Comerciantes reclamam do valor da taxa. As pessoas não foram ouvidas antes. É claro, o empreendimento vai melhorar a mobilidade urbana do Centro de Itabaiana, mas é preciso diálogo entre Ceasa e comerciante. Prefeitura está disposta a conversar, no entanto o principal é empresa e Governo do Estado”, finalizou Adailton Souza.


Portal C8 Notícias

Foto: Ascom Prefeitura de Itabaiana