Justiça nega prisão preventiva de agentes da PRF


A Justiça negou o pedido da defesa da família de Genivaldo de Jesus, que morreu após abordagem de agentes da Polícia Rodoviária Federal em Umbaúba em 25 de maio. Os 3 envolvidos seguem em liberdade, mas estão afastados das atividades policiais até o desdobramento do caso.


De acordo com o Juízo da 7ª Vara, neste caso os advogados da família da vítima não teriam condições de solicitar a prisão. Neste fato, o pedido só seria atendido apenas por autoridades policiais ou do Ministério Público Federal. O próprio órgão já havia negado o possível pedido de prisão na semana passada.


Todos os agentes envolvidos na ação já forma ouvidos pela Polícia federal. Também os familiares e testemunhas já compareceram ao Fórum de Umbaúba para detalhar a ação. A Comissão de Direitos Humanos do Senado, que tem como Presidente o Senador Humberto Costa (PT-PE) está na cidade do sul de Sergipe, ouvindo parentes e amigos, além de verificar o processo das investigações.



Portal C8 Notícias

Foto: Redes sociais/divulgação