Justiça baiana autoriza transferência do autor dos disparos contra delegado Marcelo Hercos


A Justiça da Bahia autorizou, nesta quarta-feira (6), o recambiamento de Wellington de Carvalho Bispo, autor dos disparos de arma de fogo que atingiram o delegado Marcelo Hercos, durante abordagem em um posto de combustível da Zona de Expansão de Aracaju. A decisão da Justiça de Sergipe já havia sido proferida no último dia 29. Wellington foi ouvido em Salvador e será trazido para Aracaju, onde ficará no Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e prestará depoimento à Polícia Civil.


O crime foi praticado por três homens - além de Wellington, Manuel Santos Farias Neto e Daniel dos Santos - que estavam em um posto de combustível na Zona de Expansão da capital, na tarde da terça-feira, 21 de setembro. Manuel e Daniel foram presos no dia seguinte ao crime por equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), em uma vegetação nas imediações da Orla de Atalaia. Um quarto homem, o Cristian Magno dos Santos Cruz, foi apontado como o responsável pelo aluguel do veículo.


Cristian Magno dos Santos Cruz não chegou a vir a Sergipe e foi preso em Salvador, já estando custodiado em Aracaju. O grupo estava em Sergipe praticando estelionato por meio do repasse de notas falsas de R$ 200. Após o crime, Manuel e Daniel abandonaram o veículo no fundo do shopping que está em construção na Zona de Expansão. Dias após, em 27 de setembro, a arma do delegado foi encontrada também próximo à obra. A arma está sendo periciada.


Fonte: SSP/SE