Júri popular absolve suspeito de assassinar delegado


Terminou no final da tarde desta quarta-feira, dia 10, o julgamento do caso do Delegado Ademir melo. Ele foi assassinado na Alameda das Árvores no Bairro Luzia, em 16 de julho de 2016 quando passeava com seu cachorro de estimação. O suspeito de praticar o crime foi absolvido pelo júri popular.


O julgamento começou na manhã de segunda-feira, dia 08, no Fórum Gumersindo Bessa, no Bairro Capucho, zona oeste da cidade. A imprensa não teve acesso ao auditório. Somente forma passadas as informações via as equipes de advogados de acusação e defesa, além de alguns familiares do delegado.


O réu inocentado chegou a confessar o crime após um mês do assassinato, mas em novo depoimento voltou atrás. Ele também teria indicado um caso extracongulgal com a esposa do delegado assassinado de um outro membro da segurança pública. Além disto, Ademir sabia se um esquema criminoso em uma delegacia.


A Secretaria de Segurança Pública afirmou que está à disposição do Ministério Público e do Tribunal de Justiça para realização de outras diligências. Apesar de ser declarado inocente, o homem segue preso e aguardando julgamento por outros crimes.




Portal C8 Notícias

Foto: TJ/SE