“Iluminação da ponte Aracaju-Barra é dos municípios”, lembra Secretário


No Programa “Linha Direta” desta quarta-feira, dia 19, o Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, falou sobre a restauração de pontes que são de responsabilidade da pasta. Ele deu destaque também ao andamento das rodovias que passam por recuperação.


Ubirajara iniciou a entrevista falando da Ponte Construtor João Alves, que liga Aracaju a Barra dos Coqueiros. Ele lembrou que na semana passada a ponte foi interditada parcialmente no horário da madrugada para verificação da estrutura. “Temos prazos para acompanhar como está a ponte. Teste visual a cada 2 anos, pré-ensaio a cada 8 anos e ensaios a cada 10 anos. Realizamos esta última fase e estamos aguardando o relatório da empresa, a fim de tomarmos as providências”, explicou.


O Secretário ainda comentou sobre outros serviços complementares na estrutura, a exemplo das juntas de dilatação, que é o principal problema relatado pelos motoristas, e a iluminação. “As juntas servem para unir as partes da ponte e elas estão se soltando, provocando buracos e a reclamação dos condutores. Sobre a iluminação, existe uma ação judicial que diz que a responsabilidade é dos municípios. Neste caso, Aracaju e Barra dos Coqueiros devem fazer um trabalho unificado neste ponto e também na limpeza da ponte”, descreveu.


Perguntado por Jairo Alves de Almeida sobre outras pontes de Sergipe, a exemplo da Joel Silveira, entre Aracaju e Itaporanga D’Ajuda, o Secretário lembrou que ela também passará por analise semelhante a que ocorreu na Aracaju-Barra. Sobre outras estruturass, ele disse que está empenhando em recuperações, como foi a de Santa Rosa de Lima e de Riachuelo. “Eram duas travessias que estavam nos incomodando, devido a passagem de muitas pessoas. Aos poucos concluímos a reforma e agora fica faltando alguns detalhes”, observou Ubirajara Barreto.


Outro assunto abordado na entrevista foi sobre as rodovias do interior sergipano. O secretário lembrou que o Governo vem desenvolvendo o “Pró-Rodovias” com o Departamento de Infraestrutura Rodoviária. Ele também explicou o andamento de alguns trechos. “A região de Tobias Barreto e Riachão do Dantas aos poucos já vai tendo outro aspecto. Sobre a rodovia Pirambu-Pacatuba é uma colcha de retalhos, no que diz respeito a obras. Devido a licenciamentos do Ibama, ainda faltam 15 quilômetros sem pavimentar, mas o restante já está adiantado. Também faltam poucos detalhes para rodovia do agreste, entre Itabaiana e Itaporanga D’Ajuda”, explicou.


Questionado sobre os quebra-molas em trechos de rodovias, o gestor disse que está verificando junto ao D.E.R. todos os pontos que, por ventura, algumas prefeituras tenham colocado. “Uma grande reclamação que chegava até nós era da Rota do Sertão, que tinha mais de 100 quebra-molas entre a BR-235 e Canindé de São Francisco. Estamos revisando cada um deles, pois muitos foram colocados por gestões municipais e isso seria uma invasão de competências, mesmo sabendo que ali é uma rodovia estadual e que é a Sedurbs que faz a sinalização”, afirmou Ubirajara Barreto.


Portal C8 Notícias


Foto: Agência Alese