GTA vai para Bahia auxiliar socorro às vítimas das chuvas


O Grupamento Tático Aéreo da Secretaria da Segurança Pública (GTA/SSP) já está no sul da Bahia para otimizar os esforços para ajudar as cidades que sofrem com fortes chuvas. Uma tripulação decolou na manhã deste domingo (26) do aeroporto de Aracaju em direção a Ilhéus, na Bahia, onde foi montada uma base de apoio. A determinação para o apoio do GTA/SSP foi do próprio governador do estado, Belivaldo Chagas.

A aeronave do GTA está dando apoio ao Grupamento Aéreo da PM da Bahia (Graer), que atua na região apoiando as equipes de terra. O comandante do Corpo de Bombeiro de Sergipe, coronel Alexandre Alves, também foi acionado pelo governador Belivaldo Chagas e acompanha a situação junto ao Corpo de Bombeiros da Bahia.

O tenente-coronel Fernando Goes, diretor do GTA, explicou que assim que houve a determinação para o deslocamento para a o sul da Bahia, uma tripulação composta por dois bombeiros e outros dois policiais militares, acostumada com esse tipo de apoio, foi montada. "Conversei com o comandante do Graer e ele pediu que a nossa aeronave se deslocasse para Ilhéus. Lá, daremos apoio junto com várias outras equipes da Bahia e de estados vizinhos", explicou.

Em todo o estado, são 66 cidades em situação de emergência por causa das chuvas. Até a noite de sexta-feira (24), foram registradas 17 mortes provocadas pelas chuvas que atingem a Bahia desde o início de novembro.

Segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), 3.788 pessoas ficaram desabrigadas e precisaram de apoio das prefeituras e 10.955 ficaram desalojadas (tiveram que abandonar seus imóveis, mas não necessitaram de abrigo) até sexta-feira (24).


O pedido de ajuda foi feito pelo próprio governador Rui Costa a governadores de outros estados. Além de Sergipe, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Espírto Santo, Paraíba, São Paulo e Maranhão também enviaram aeronaves para apoiar no socorro às vítimas.

O Governo Federal também acompanha toda a situação. O socorro inclui combustível e aeronaves para auxiliar nos resgates. A base de apoio para facilitar as ações, instalada em Ilhéus, terá o reforço de várias equipes. Duas escolas na cidade de Ilhéus serão usadas como pontos de apoio para a operação. Uma servirá de alojamento para os agentes envolvidos na força-tarefa e a outra será o quartel general das atividades.


Portal C8

Fonte e foto / SSP