top of page

Grande número de pessoas participa do Grito dos Excluídos


Na manha desta quinta-feira, dia 07 de Setembro, Representantes da Arquidiocese de Aracaju e diversos movimentos sociais participara de mais uma edição do Grito dos Excluídos. O objetivo do evento é chamar a atenção dos governantes sobre diversos problemas que vem acometendo a sociedade brasileira.


Em Aracaju o ato teve inicio na frente da Catedral Metropolitana. Entre os movimentos da Arquidiocese que estiveram presente, estava a pastoral Carcerária. “Estamos aqui em mais um ano também para chamar a atenção dos cuidados com os detentos do estado. Apesar deles terem cometido algum erro e estarem detidos, mas eles devem ser tratados para sua restauração para o dia a dia com garantias de direitos”, destacou Magal da Pastoral.


Quem também participou do ato foi o Conselho de Leigos e Leigas da Arquidiocese de Aracaju. Para Paulo Machado, o grito chama para conscientização de debates sobre diversos assuntos. A sociedade tem vários problemas e os mais pobres estão sofrendo. É sobre isso que queremos: um maior dialogo com nosso representantes”, explicou.


Após o encontro na Praça Olímpio Campos, toda mobilização do Grito seguiu para a Avenida Barão de Maruim, onde participaram em um intervalo do desfile cívico. A passagem dos participantes da ação aconteceu por volta de meio-dia.




Por Rozendo Aragão

Redação C8

Foto: Magal da Pastoral

bottom of page