Governo explica ao DNIT sobre melhorias de logística para BR’s 101 e 235


O Governo do Estado apresentou ao Departamento Nacional de Infraestruturas de Transportes (DNIT) algumas necessidades de melhorias rodoviárias para conseguir atender as demandas de logística que o Polo de Fertilizantes de Sergipe precisa. O foco obter condições de competitividade da produção nacional.


Entre as necessidades apresentadas estão a conclusão da duplicação da BR-101 e melhorias na rodovia BR-235. Sob administração Federal, ambas são vias de escoamento fundamentais para a consolidação do Polo o estado.


O projeto do Polo de Fertilizantes de Sergipe está sendo elaborado em conjunto entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), a Consultoria Mastersenso e Instituto Fecomércio, envolvendo aspectos relacionados à cadeia de produção e também questões de logística. Segundo o Governador do Estado, Belivaldo Chagas, a iniciativa é uma das principais ações voltadas ao desenvolvimento do setor. “O Polo já produz e distribui compostos de potássio e nitrogênio e será, no futuro, responsável por uma importante parcela da produção nacional de fertilizantes, contribuindo para amenizar a situação de dependência do Brasil de fertilizantes importados”, explica.


No documento enviado ao DNIT, o Governo explica que a conclusão da pavimentação asfáltica da BR-235 é de muita importância para o projeto, já que é preciso criar condições para a entrega de fertilizantes produzidos em Sergipe. Trata-se de uma rodovia que liga Sergipe com a região de Petrolina e Juazeiro, grande produtor de frutas, e com a região de Matopiba, importante produtor de soja, milho e algodão.


A respeito da logística para atender o Polo de Fertilizantes, o DNIT informou que a duplicação da BR-101 já está quase concluída. Os trechos que ainda não foram concluídos, já estão com prazos definidos para sua entrega. Em relação às melhorias na BR-235, rodovia que oferece mais restrições para a consolidação do polo, os trechos próximos às divisas com o Piauí e a Bahia estão totalmente pavimentados. "É importante distinguirmos as intervenções necessárias que já estão no planejamento do governo federal, com recursos assegurados, e aquelas que ainda dependem de definição política para que sejam inseridas no plano de investimentos, com o intuito de que possamos somar forças para a sua viabilização”, destacou o Governador.



Portal C8 Notícias

Foto: Arthuro Paganini/ASN