“Foi um equívoco o que o TSE fez com Valmir”, lembra o Prefeito de Itabaiana


O Prefeito da cidade de Itabaiana, Adailton Sousa, participou do Programa “Linha Direta”, apresentado por Jairo Alves de Almeida na manhã desta quarta-feira, dia 27. Ele destacou as diversas ações que vem sendo realizadas no principal município da região Agreste de Sergipe.


Um dos primeiros assuntos abordados no programa diz respeito a saúde. O prefeito lembrou que o município vai ter a sua primeira Unidade de Pronto Atendimento, graças a emendas parlamentares. “Graças a essa verba, escolhida pelo povo de Itabaiana e promovida pelo Senador Alessandro Vieira, teremos a UPA que vai ajudar a desafogar o Hospital Regional de Itabaiana, que atende a toda a parte Agreste e ate municípios baianos. Fazendo isso, estamos também desafogando o Huse em Aracaju. Será benéfico para todos”, declarou.


Outro ponto discutido na entrevista foi sobre educação. Adailton Sousa lembrou de investimentos feitos em escolas da cidade e dos povoados, além da valorização de estudantes, por meio de eventos. “Criamos uma premiação que demos o nome da grande Itabaianense Maria Thétis Nunes, buscando incentivar alunos e alunas da cidade. Além disto estamos sempre em constante formação com os nosso professores. É um outro meio de se investir em educação na nossa cidade”, comentou.


Cultura também foi tema abordado na entrevista. Adailton Sousa lembrou o Festival Itabaianense da Canção e do investimento nas filarmônicas que Itabaiana têm. “Tudo isso mostra que nosso povo vai além da força do comércio. Também tem uma veia cultura incrível e que precisa sempre ser descoberta e valorizada”, pontuou.


Perguntado sobre sistema de trânsito, o gestor lembrou do sistema de semáforos da cidade com os “sinais inteligentes”. Também para dar segurança aos moradores, foi criada a “muralha eletrônica”. Todos esses investimentos, também com verba de bancadas, busca dar segurança ao itabaianense e ao visitante. Apesar da violência, mas antes a cidade só era lembrada em páginas policiais. Com isso queremos mostrar que Itabaiana não é só isso, mas também um povo trabalhador, pujante e com proteção para todos os moradores e quem for visitar”, afirmou Adailton.


Ele aproveitou também para chamar a atenção do Governo do Estado no quesito turismo. Para ele, deixar Itabaiana de fora do roteiro de Santa Dulce dos Pobres é esquecer parte da história da primeira santa nascida no Brasil. “Foi na Maternidade se São José em Itabaiana que aconteceu o primeiro milagre reconhecido pelo Vaticano de Santa Dulce. Uma mulher de Malhador que estava lá para ter seu filho em um parto complicado. Tudo bem que temos a rota de Santa Dulce aqui em Aracaju, em São Cristóvão, onde ela viveu. Mas Itabaiana queria fazer parte também. Não só nessa questão da rota da farinha, mas nessa rota também. Lembrando que Itabaiana tem proporcionalmente o maior número de católicos de Sergipe”, comentou.


Ao final ele foi provocado sobre política. Ele disse que seu antecessor, Valmir de Francisquinho, é pré-candidato ao Governo de Sergipe e que o Tribunal Superior Eleitoral poderia rever a questão da inelegibilidade. “No meu ponto de vista acho que por conta de cores partidárias e de estão não poderia ter todo esse problema. Acredito que foi um equívoco o que o TSE fez com Valmir. Mas acredito que tem como reverter isso nos próximos dias”, destacou Adailton Sousa.




Portal C8 Notícias

Fotos: Rozendo Aragão