“Existe possibilidade de me candidatar a Governo”, diz Valmir


O ex-prefeito da cidade de Itabaiana, Valmir dos Santos Costa, o Valmir de Francisquinho, foi o entrevistado desta segunda-feira, dia 28, no Programa “Linha Direta”. Ele foi questionado sobre a atual gestão do Prefeito Adailton Souza, rebateu críticas do Deputado Luciano Bispo, falou sobre a pandemia e disse que há possibilidade de se lançar para Governo em 2022.


A primeira questão abordada foi sobre a vacinação na cidade serrana. “Neste domingo fui vacinando aqui em Itabaiana. A cidade recebeu doses e eu fico muito feliz de ter chegado a minha vez. Itabaiana está bem adiantada. Todas as vacinas que chegam a Sergipe automaticamente são repassadas aqui. O serviço está bom. Que todos entendam que só vai equilibrar com a vacina em massa”, lembrou o ex-gestor.


Com relação ao atendimento da covid-19 em Itabaiana, ele lembrou que o sucessor está fazendo um trabalho de primeira. “A saúde de Itabaiana atendeu mais de 60 mil pessoas nessa questão da pandemia. O Hospital da cidade tem limitações e é gerenciado por amigos do opositor de Adailton que estão no Governo do Estado. Mas a gestão atual de Itabaiana está avançando”, afirmou Valmir.


Questionado sobre as críticas que o Prefeito Adailton Souza vem sofrendo, Valmir destacou que esses comentários são de adversários, como o Deputado Luciano Bispo. “Mesmo se colocar ouro nas ruas, o deputado fará críticas. Fico desconfiando quando existe elogio da parte dele e de outros opositores. A política tem dessas coisas. É preciso respeito e reconhecimento ao trabalho do outro. Não vou responder a quem mentiu para o povo de Itabaiana ao longo do tempo. As pessoas não querem mais essa forma provinciana de se fazer política”, rebateu.


Valmir de Francisquinho também defendeu o atual gestor. “Luciano é que mora em Aracaju. Desconhece Itabaiana. Sabemos que é por causa do trabalho na Assembleia. Mas ele não vive aqui. Adailton não. Ele acorda cedo e mora no fundo da Matriz de Santo Antônio. Todos os dias vejo indo à Prefeitura. Ele sim vive e conhece a realidade. Está realizando o pagamento da educação em dia. Continua no caminho certo”, destacou.


Sobre a política, Valmir diz que segue no PL e que ainda não pensa em sair do partido. “Continuo na sigla, mesmo com convites. Por enquanto permanecerei no Partido Liberal. Temos o bom relacionamento com a diretoria. Estar em sigla independe de se fazer um bom trabalho. Cada um pode fazer uma gestão excelente, onde estiver”, argumentou o ex-prefeito de Itabaiana.


Sobre aproximação com Alessandro Vieira ele disse que recebeu afiliados e conversou sobre política. “Eu os recebi em um encontro, dialogamos, mas tenho minhas convicções. Nos respeitamos mutuamente. Deve-se manter sempre esse clima. A política é muito transitória. Às vezes podemos nos aliar ou não. Nunca podemos dizer dessa águia não bebereis”, destacou.


Perguntado sobre o jantar recente com o ex-prefeito de Capela, Sukita, Valmir disse que isso já foi superado. “Ele me convidou e pedi para ele não fazer foto e acabou divulgando nas redes sociais. Já superamos isso. Conversamos política sim, ele fala disso a todo momento. Mas cada um segue seu caminho. Não posso afirmar mais nada sobre esse quesito. Política mesmo só em 2022”, declarou Valmir de Francisquinho.


Já sobre a intenção de ser um nome para Governador, Valmir disse que é uma possibilidade. “Tudo é possível na política. É igual a nuvem, uma hora está de um jeito, depois muda. Tudo pode ocorrer, seja meu nome para governador, senador, deputado federal. Nada disto vai menosprezar minha carreira. Posso até ser nada. Já tive a minha contribuição na política. Mas se tiver chance, ano que vem discutiremos”, finalizou.



Portal C8 Notícias

Foto: Redes Sociais/divulgação