Estudo da UFS aponta queda de crimes na pandemia


Um estudo feito pela Universidade Federal de Sergipe apontou a queda de três tipos de crimes durante a pandemia da covid-19. Os dados foram apresentados pelo Professor do Departamento de Economia da instituição, Marco Antônio Jorge, nesta sexta-feira, dia 21, durante o Programa “Cultura News” da WebTV Cultura.


De acordo com o especialista, foram analisados 4 tipos de crime durante a eclosão da pandemia do novo coronavírus. “Estudamos casos de furtos, roubos, homicídios dolosos e violência doméstica. Todos foram extraídos de repasse de informações da Coordenadoria de Estatística e Análises Criminais da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Somados os crimes, a queda de ocorrências foi de quase 21% em todo o estado”, destacou o professor.


Enquanto os 3 primeiros casos registraram queda, o crime de violência doméstica registrou alta. O professor da UFS disse que o confinamento ajudou a preservar a casa, mas expôs a violência, em especial, contra a mulher. “Comparando com 2019, o percentual de roubos teve queda de 35,3%. A redução de homicídios dolosos chegou a 1,4%. Já a quantidade de casos de violência doméstica aumentou 2,4%”, elencou Marco Antônio.


Com relação aos furtos, a pesquisa registrou significa queda entre 2019 e ano passado. No entendimento do Professor de Economia, a redução da atividade econômica no período mais forte da primeira onda da covid-19 fez com que se evitasse o trânsito de pessoas. “Com mais gente em casa, menos possibilidade deste tipo de crime”, alegou. Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana, Lagarto e Estância registrou a maior quantidade de furtos de todo Sergipe, chegando a 66%. Já as maiores reduções do crime formam registradas em Areia Branca, Feira Nova, Muribeca, Nossa Senhora de Lourdes e Santana do São Francisco.


Portal C8 Notícias

Foto: Josafá Neto/UFS