Estado confirma 29 óbitos por Influenza A H3N2


A diretoria de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde, atualizou nesta sexta-feira, 21, o cenário epidemiológico da Influenza A H3N2 em Sergipe. Segundo o Alerta Epidemiológico apenas seis municípios não tiveram amostras com a detecção do vírus Influenza A.



Ao total foram identificadas 1.289 amostras positivas, sendo 1.118 Influenza A H3N2 e 171 Influenza A não subtipada. Estas últimas foram enviadas para a Fiocruz para subtipagem. Ainda de acordo com o Alerta, foram confirmados 40 óbitos acumulados da gripe Influenza A, sendo que 29 teve a identificação de Influenza A H3N2 e 11 de Influenza A não subtipada. Os óbitos ocorreram em 19 municípios.


A média de idade entre os casos que evoluíram para óbito foi de 72,65 anos, sendo 23 mulheres e 17 homens. Todos os óbitos estiveram associados a pelo menos um fator de risco para gravidade em casos de influenza, como doença cardiovascular crônica, diabete mellitus, hipertensão arterial, tuberculose pulmonar, bronquite asmática, pneumopatias crônicas, entre outras.


Embora o vírus influenza seja de alta transmissibilidade, a maior parte dos casos apresenta evolução benigna com a utilização de medicamentos sintomáticos. Dessa forma, a Secretaria orienta a população que apresenta a síndrome gripal leve, a procurar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, permitindo que os casos de síndrome respiratória aguda grave, sejam tratados nas unidades hospitalares.


Fonte: ASN