Dom Dulcênio destaca importância da Rádio Cultura na evangelização


Dentro das comemorações dos 62 anos da Rádio Cultura, o Linha Direta desta sexta-feira, 12, entrevistou o Bispo da Diocese de Campina Grande, na Paraíba, Dom Dulcênio Fontes de Matos. Dom Dulcênio teve um papel importante no trabalho de evangelização na Cultura, comandando por mais de 5 anos o Hora Católica, um dos mais tradicionais programas da emissora.


O Bispo contou a Jairo Alves que o rádio é sua grande paixão, e quando chegou a Aracaju para assumir como Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Aracaju, pegou o desafio de comandar o programa. Dom Dulcênio disse que o Hora Católica foi um grande ensinamento em sua vida, e destacou o apoio de Eduardo José, que o ajudou nos primeiros passos no comando do programa.


Dom Dulcênio ressaltou que a Cultura é um patrimônio do povo sergipano, e recordou a importância da emissora na sua vida e na evangelização da sociedade. Ele disse que em sua infância ouvia os programas em sua cidade natal, Lagarto, destacando as missas transmitidas por Dom Luciano Cabral Duarte aos domingos direto da Igreja do São Salvador, e a Hora Católica, também com Dom Luciano, aos domingos ao meio-dia.


Dom Dulcênio disse que essa experiência na programação da Cultura o fez levar o Hora Católica para a Diocese de Campina Grande, transmitido pela radio Caturité, aos domingos, ás 7h da manhã.