Denarc apreende arsenal de armas e munições em Aracaju e São Cristóvão


Em mais uma investigação do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil foram presas duas pessoas envolvidas com a distribuição e comércio de armas e munições de diversos calibres no estado de Sergipe. A operação "Réveillon sem Fogos" foi deflagrada no final da tarde desta quinta-feira (30).

Foram presos Carlos Magno Vieira Santos e Henrique Lima da Silva, após as diligências do Denarc. Eles foram flagrados, respectivamente, em Aracaju e São Cristóvão. Ambos foram conduzidos para o Departamento de Narcóticos, onde prestaram informações aos investigadores.

De acordo com o delegado André David, diretor do Denarc, eles foram presos comercializando 530 munições, duas pistolas, dois revólveres e um rifle calibre 44. A dupla tinha vasto conhecimento em armas de fogo e munição e, ao menos, foram detectados oito diferentes calibres.

No levantamento feito já no período da noite durante a separação do material no Denarc, foram identificados os calibres 22, 9 mm, 44, 40, 32, 36, 28 e 380.

O delegado André David confirmou que, muito provavelmente, essas armas e munições teriam um impacto imediato na prática de homicídios dolosos no estado, pois deveriam ter como foco "o confronto para o domínio territorial do tráfico de drogas e consequente prática de homicídios", conforme relatou André David.

As investigações serão mantidas a fim de identificar outros envolvidos e saber para quais grupos essas armas e munições deveriam ser encaminhadas. Qualquer informação pode ser repassada para o Disque Denúncia 181, a ligação é gratuita e sigilo absoluto.