Defesa Civil de Sergipe emite alerta as cidades ribeirinhas do São Francisco


A chuva intensa em Minas Gerais emitiu o sinal de alerta da Companhia Hidrelétrica do Rio São Francisco (Chesf), sobre o aumento da vazão da Hidreletrica de Xingó. Por conta disto, a Defesa Civil de Sergipe já esta no trabalho de prevenção junto às cidades que margeiam o “Velho Chico”.


As equipes da Defesa Civil Estadual enviaram os alertas às coordenadorias de defesas civis municipais da região que poderá ser atingida. Nesta quarta-feira aconteceu a visita aos 13 municípios possíveis de serem atingidos com a enchente do rio.


De acordo com o diretor adjunto da Defesa Civil, capitão Alysson Carvalho, é preciso muita cautela, principalmente em se tratando de áreas onde atuam pescadores e demais ribeirinhos. “Essa região será bastante afetada com a elevação das águas do Rio São Francisco e estamos orientando as comunidades, informando ao poder público municipal através dos prefeitos e coordenadores de defesa civil municipais para agir antecipadamente, afim de antecipar e salvaguardar a vida destas pessoas que atuam ou moram perto do rio”, explicou.


Segundo a Chesf, a vazão do rio, que é de cerca de 1000 m³/s poderá chegar até 4000 m³/s até o dia 24. A depender da quantidade de chuva que atinge Minas Gerais, esse volume poderá ser ainda maior. Esta promete ser a maior cheia do Rio São Francisco desde 2009.


Os municípios sergipanos que deverão ficar em alerta são:

-Amparo do São Francisco;

-Brejo Grande;

-Canhoba;

-Canindé do São Francisco;

-Gararu;

-Ilha das Flores;

-Neópolis;

-Nossa Senhora de Lourdes;


-Poço Redondo;

-Porto da Folha;

-Propriá;

-Santana do São Francisco;

-Telha.



Portal C8 Notícias

Foto: Sedurbs