“CPI da covid-19 em Sergipe tem cara de ser eleitoreira”, diz Deputado


Assuntos relacionados a covid-19 e a vacinação, valorização de forças de segurança e investimentos na área do turismo foram temas da entrevista com o Deputado Estadual Ibraim Monteiro do PSC. Além destes pontos, o parlamentar também falou de politica e perspectiva para 2022 durante o “Cultura News” da WebTV Cultura na noite desta segunda-feira.


De início, Ibraim Monteiro falou sobre a situação atual da covid-19. Segundo o deputado, existiu um grande negacionismo por parte do Governo Federal. “Uma doença que está acabando com mais de 450 mil vidas do Brasil, é inaceitável o que está sendo feito. Espero que a população siga colaborando e, agora, quero que a vacina avance para, enfim, debelarmos esse mal. Tanto é que estamos em busca da prioridade da vacinação dos conselheiros tutelares, professores e comunicadores que derrubam as noticias falsas e levam a informação no dia a dia”, destacou o deputado.


Questionado sobre CPI da pandemia em Sergipe, o parlamentar disse que, a princípio, não assinaria a comissão aqui no estado. “A CPI foi proposta pela oposição, mas antes foi colocada bem antes na mídia. Tivemos encontros e disse meu posicionamento que não assinaria. Não foi passado o que seria analisado. Se o Governo for investigado, tem que averiguar todos os 75 municípios. Todo mundo recebeu recursos gigantescos. Que se investigue tudo, como o Senado já vem fazendo. Aqui no estado tem mais cara para ser CPI eleitoreira”, debateu Ibraim.


Uma das propostas abordadas na entrevista pelo deputado foi com relação a periculosidade dos agentes de segurança e a PEC para a polícia penal. De acordo com Ibraim Monteiro, todos necessitam de apoio diariamente. “Os agentes colocam a vida em risco para salvar a vida da sociedade. Por que a Polícia de Sergipe não ter esse reconhecimento? Estamos lutando junto ao Governador para que as forças possam ter a periculosidade nos seus salários”, comentou o parlamentar.


Com relação a investimentos do turismo, o Ibraim Monteiro falou de proposta para tornar no Cristo de São Cristóvão patrimônio histórico, cultural e imaterial de Sergipe. Ele também comentou do fomento da cultura da mandioca em Lagarto, cidade de origem do parlamentar. “Sobre o Cristo estamos avançando neste projeto, pois o monumento é um dos mais antigos do Brasil. E sobre a “Rota da Farinha” que o Governo do Estado está implementando, vamos sim puxar para nossa cidade, pois Lagarto é o maior produtor de mandioca de Sergipe. É preciso investir no turismo, que é uma indústria mais limpa de todas”, descreveu.


Finalizando a entrevista o parlamentar falou sobre o cenário político para 2022 e se continua no PSC. O deputado destacou que segue na sigla, mas já recebeu propostas de outros partidos. Sobre Eleição do ano que vem, ele disse que ainda não tem clima para discutir, mas pretende a renovação da vaga na Assembleia. Já sobre nomes para Governo ele citou vários que podem ser da chapa. “Temos Rogerio Carvalho, Fábio Mitidieri e demais nomes. É um grande leque de possibilidades. Ainda não tivemos uma definição, por questões óbvias. No momento certo, tudo será esclarecido”, informou Ibraim.



Portal C8 Notícias

Foto: Assessoria Parlamentar