Catadores de Mangaba realizam ato contra derrubada de árvores


Na manhã desta quinta-feira, dia 05, participantes do “Movimento de Catadoras e Catadores de Mangaba Padre Luiz Lemper” realizaram um ato na região das Mangabeiras, entre os Bairros Santa Maria e 17 de Março. A intenção foi questionar a gestão pública sobre a derrubada dos pés de mangaba e outras árvores da região para construção de casas populares.


Durante o “Linha Direta” o Presidente da Associação, Uilson de Sá, disse que que a mobilização era pra chamar atenção de todos. “Nossa reserva está sendo destruída e devastada. Conservamos as mangabeiras e delas tiramos os frutos para vender nas feiras. O poder público está literalmente destruindo. Colocaram que a reserva fica, mas boa parte da área já foi devastada, incluindo ontem. Tudo isso na frente até de autoridades”, lamentou.


O líder do movimento rebateu os questionamentos sobre o uso para fins políticos. “Ontem estiveram aqui conosco os Deputados Iran Barbosa do PT e Georgeo Passos do Cidadania. Isso pra ver que não temos lado partidário, como quiseram colocar na mídia. Lamentavelmente isso está ocorrendo diante dos olhos de todos nós. A reserva é fundamental para a sociedade. Nos resta resistir”, comentou Uilson.


Para o Presidente dos Catadores de Mangaba, muitas famílias tradicionais da região vêm sofrendo com isso. “É preciso reverter. Nós não queremos que as pessoas não tenham casa. Todos devem ter o direito a moradia. No entanto, temos a nosso favor 3 leis que estão nos amparando. Queríamos entender como a gestão de Aracaju não está cumprindo as normas, devido as determinações judiciais.”, questionou.


Na semana passada a Secretaria do meio Ambiente e a Emurb afirmaram que haverá compensação de árvores de mangaba e demais árvores, além da demarcação da reserva para a construção das residências. Para Uilson de Sá, isso é impossível. “Como é que derruba uma mangabeira e quer plantar outra??? Em média uma árvore dará frutos com 6 anos. Temos pés de mangaba com média de 50 a 60 anos e ainda dando frutos. Infelizmente quem planejou tudo isso não pensou na preservação”, desabafou.



Portal C8 Notícias

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA