Capital registra queda de 35% no índice de roubos


Aracaju registrou entre o primeiro semente de 2020 e os primeiros 6 meses deste ano uma queda de 35% no número de roubos. Os dados foram divulgados na manha desta sexta-feira pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública do Estado.



A análise também apontou quais formam os bairros da capital que registraram maiores queda de roubos. Localizado na região central da cidade, o Bairro Suissa registrou diminuição de 79% na incidência de roubos. De janeiro a junho do ano passado foram 63 roubos. No mesmo período deste ano, foram 13 ocorrências.


O Bairro Aeroporto foi o que registrou a segunda maior queda de roubos. Entre janeiro e junho de 2020 foram registradas 43 ocorrências. Já nos 6 primeiros meses desse ano foram apenas 15 roubos, o que representa uma redução de 65%. O CEACrim, também apresentaram redução de roubos superior a 50% os bairros Dezoito do Forte (-51%), Jardins e Coroa do Meio (-54%), Getúlio Vargas (-55%), Cidade Nova e Capucho (-56%), Grageru (-59%), Palestina (-62%) e Marivan (-63%).


De acordo com o comandante do policiamento militar da capital, coronel José Moura Neto, a integração entre as forças de segurança é o principal fator desta significativa queda. “De janeiro a agosto, tivemos a prisão de mais de 400 pessoas relacionadas ao roubo e ao furto, isso fruto da integração das forças de segurança e da ajuda da população. A Polícia Militar tem realizado muitas abordagens, que conseguem evitar muitos roubos, e temos retirado de circulação muitas armas de fogo e também facas. Com as abordagens intensas nos bairros, ônibus e aplicativos, tivemos êxito nessa diminuição dos roubos”, lembrou.


Já a Coordenadora das Delegacias da Capital, Delegada Rosana Freitas, a população pode e deve colaborar apoiando a Policia Civil, por meio do Disque-Denúncia 181 ou Ciosp 190. “O trabalho investigativo vem resultado na identificação de infratores, cumprimento de mandados de prisão, lavratura de autos de prisão em flagrante e todo esse conjunto de esforços, que conta também com apoio da Perícia, com a identificação de provas que fortalecem os inquéritos policiais, resultou nessa diminuição. Tudo graças ao apoio de denuncias sigilosas”, explicou.



Portal C8 Notícias

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA