Calendário de vacinação contra a influenza é divulgado pela Saúde do Estado


Terá inicio na próxima segunda-feira, dia 04, a 24ª campanha nacional contra a gripe Influenza. O calendário já foi definido entre a Secretaria de Estado da Saúde e o Ministério da Saúde. A imunização deve ocorrer em duas etapas e contemplam vários grupos prioritários.


A vacina aplicada será a trivalente, essa protege contra os vírus H1N1, H3N2 e a Influenza A. “Daremos início à campanha vacinando dois grupos prioritários, que são os trabalhadores da Saúde, que também terão a vacina do sarampo atualizada, e idosos com faixa etária de 60 anos ou mais. Além disso, a SES vai promover em 30 de abril, o dia ‘D’ de imunização para reforçar a vacinação desses dois grupos prioritários. As pessoas que já se vacinaram na última campanha, precisam tomar a vacina novamente, pois há uma atualização anual do imunizante”, explica a Gerente Estadual do Programa de Imunização, Sândala Teles.


Já a segunda etapa ocorre entre os dias 03 de maio e 03 de junho com os outros grupos prioritários, a exemplo das crianças de 06 meses a menor de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, população indígena, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviários, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade. Durante esta etapa as crianças receberão também a vacina contra o sarampo.


Para Sândala, é necessário que todos atualizem o esquema vacinal e se protejam contra os vírus da gripe Influenza que estão em grande circulação no país, sobretudo, com a proximidade do período sazonal da doença. “O período de chuvas se aproxima e com ele os vírus relacionados à Influenza. Então, quanto mais cedo os grupos prioritários procurarem a unidade de saúde para serem vacinados, mais cedo estaremos imunizados”, ratifica.

A Secretaria de Estado da Saúde já recebeu algumas doses de imunizantes. Todas são repassadas aos municípios semanalmente. O Ministério da Saúde repassa o quantitativo de doses para dar continuidade a campanha.



Portal C8 Notícias

Foto: SES