Câncer de mama já é o mais comum do mundo, alerta médica


Durante muitos anos um dos tipos de câncer mais comum do mundo era o de pulmão. Devido ao grande número de pessoas que tinham o “status” de fumar, o tumor era frequente entre este público. No entanto, com o passar dos anos, este tipo de câncer já não é tão comum. Agora o que é mais registrado é o câncer de mama.


O alerta foi feito pela Médica Oncologista e Paliativista Dra. Erijan Andrade durante o Programa “Cultura News” da sexta-feira, dia 30. Para a especialista, o equilíbrio entre os tipos de câncer ocorreu em 2019. “Uma série de fatores elevaram o numero de mulheres com câncer de mama, que vai desde o sedentarismo até o novo estilo de vida, onde prefere trabalhar mais e ter filhos bem mais tarde e amamentar menos. A vida atual com múltiplas atividades para a mulher tem levado a esse dado”, destacou.


Com relação aos dados gerais do Brasil, a Oncologista disse que em média, 66 mil mulheres descobriram que tinham câncer de mama. “Só Sergipe mais de 500 mulheres descobririam que tinham o tumor. Isso se deve a uma maior procura de exames, em especial da mamografia, com o avanço da medicina e dos serviços ofertados”, pontou Dra. Erijan.

Reverter a qualidade de vida é um dos meios para que as mulheres possam evitar o câncer de mama. Isto deve ser feito além do autoexame, fundamental para descoberta precoce. “Segundo um estudo dos Estados Unidos, o risco de ter câncer de mama está ligado a quem tem mais consumo de produtos industrializados e refrigerante. Não é somente a questão da obesidade em si, mas o que a pessoa consome todo dia. O número de casos analisado no estudo foi de 36%”, alertou a especialista.


A médica disse que, mesmo em menor número, os homens também podem ter câncer de mama. Apesar da grande recorrência ainda ser do público feminino. “Se colocarmos 100 pessoas com câncer de mama, 2 ou 3 serão homens e a grande maioria as mulheres. Os homens também devem fazer autoexame. Ao descobrir qualquer sinal vermelho perto das axilas ou saliências de algo estranho no peito, é importante procurar o médico o quanto antes. Em caso de positivo, o tratamento de combate ao tumor entre homens e mulheres é semelhante”, destaca Dra Erijan.


Por Portal C8 Notícias

Foto 1: André Moreira/PMA

Foto 2: Erijan Andrade